Fred Zero Quatro apresenta versão intimista de “Meu Esquema” na OFilme Sessions | Música | Revista Ambrosia
em , ,

Fred Zero Quatro apresenta versão intimista de “Meu Esquema” na OFilme Sessions

Performance intimista integra série de vídeos musicais

Quase 20 anos após seu lançamento, a faixa “Meu Esquema”, da banda pernambucana Mundo Livre S/A, ganha uma nova roupagem na OFilme Sessions. A série de vídeos que leva música a lugares inusitados recebe o cantor, compositor, violonista e cavaquinista Fred Zero Quatro em uma interpretação minimalista para a canção, refeita apenas com voz e violão.

A gravação aconteceu no Basement Cultural, em Curitiba, e já está disponível no canal de YouTube da produtora OFilme.

A canção integra originalmente o álbum “Por pouco”, lançado em 2000 como o quarto trabalho de estúdio do grupo recifense. Desde então, vieram também “O Outro Mundo de Manuela Rosário”, “Novas Lendas da Etnia Toshi Babaa” e “A Dança dos Não Famosos”, este último lançado em 2018. Além disso, a banda divulgou um álbum ao vivo e uma parceria com seus conterrâneos em “Mundo Livre S.A. vs Nação Zumbi”. São 35 anos de carreira e premiações de destaque, pautados por uma reinvenção constante da sua abordagem pós-punk.

Fred Zero Quatro apresenta versão intimista de “Meu Esquema” na OFilme Sessions | Música | Revista Ambrosia
Crédito: Cristiano Bivar

“A banda surgiu nos 80 em Recife, com um conceito de redimensionar a provocação do punk rock. A gente tinha um passado envolvido com bandas de hardcore, em bandas como Trapaça, Serviço Sujo, Câmbio Negro, e o Mundo Livre surgiu com a ideia de reprocessar a postura e a atitude do punk e da anarquia, mas com uma linguagem mais abrangente, resgatando e reprocessando a minha bagagem de compositor desde a adolescência, coisas que ouvia com meu pai, o samba, a bossa nova. Trazendo tudo isso para uma linguagem pop, rock n’ roll, pós-punk, new wave, e por aí vai”, reflete Zero Quatro, que é acompanhado na banda por Xef Tony (bateria), Leo D. (teclados, sintetizadores e programação), Pedro Santana (percussão) e P3dr0 Diniz (baixo).

O vídeo integra uma série de lançamentos da OFilme Sessions, que une a produtora de vídeo OFilme, comandada pelo videomaker e músico Rapha Moraes, e Vinícius Braganholo, do Nico’s Studio, no áudio.

O projeto já recebeu também o músico Marcelo Archetti em um restaurante em Curitiba, o cantor francês Vaslo em frente à livraria Shakespeare and Company em Paris, a jazzista Carine Luup em uma cafeteria, a fadista portuguesa Ana Caixado, o cantor congolês Wugala Flama e o multi artista Claudemir Franco. Mesclando criadores brasileiros e estrangeiros, a OFilme Sessions vai mostrar algumas das novas vozes que se destacam na música independente. A primeira temporada contará também com o rock da banda curitibana Electric Mob; A Banda Mais Bonita da Cidade; e Estela Basso, brasileira radicada em Paris.

A OFilme Sessions traz, além das músicas, um breve depoimento do artista explicando o seu processo criativo ou como aquela canção surgiu. Os lançamentos são quinzenais.

Ficha técnica

Produtora: O Filme Produções

Imagens e captação de áudio Rapha Moraes

Mixagem e masterização de Áudio: Vinicius “Nico” Braganhollo (Nico’s Studio)

Produção: Nathalie Caparica

Agradecimento: Basement Cultural

Participe com sua opinião!