Ambrosia Música Movie Tunes: Cuz This is Thriller!

Movie Tunes: Cuz This is Thriller!

Halloween é aquela famosa época do ano em que as pessoas se vestem com temáticas assustadoras e vão à festas sem saber exatamente porque. Bem, eu sei, e antes de começar a encher vocês com clipes de música, vou falar do porque do Halloween e porque do Thriller!
Inicialmente, o Halloween era uma festividade pagã que se chamava Samhain, ou fim do Verão na tradução literal, era um rito em que se celebravam os mortos, que estariam em um lugar “sem fome nem dor”. Dizia-se também que os espíritos dos mortos voltavam nessa data para visitar seus antigos lares e guiar os seus familiares rumo ao outro mundo.

O termo Halloween advém da parte cristã dessa festividade. No dia 1 de Novembro é realizado o dia de Todos os Santos, em homenagem ao panteão de deuses que vieram antes dos santos católicos, era uma espécie de comemoração pela evangelização do mundo. E como todo feriado religioso de grande porte, há uma vigília, em inglês, se lê All Hallow’s Eve (Vigília de Todos os Santos). Posto que antes do nascer do sol do dia primeiro ocorria essa vigília, estamos falando do Hallow Evening (noite sagrada), uma coisa leva a outra e o que era feriado católico se torna celebração com o nome de Halloween. Legal né?!

Thriller, além de significar suspense, é o nome do disco e música de Michael Jackson[bb] que fez um dos melhores, senão o melhor, clipe da história da música. Com direção de John Landis (Um Lobisomem Americano em Londres, Irmãos Cara de Pau), o clipe foi um marco histórico em razão de alguns fatores como o valor gasto com ele (US$ 500.00, um absurdo para a época), o tamanho (13 min na versão completa), as coreografias, a maquiagem (feita pelo mestre dos monstros, Rick Baker), a música incidental de Elmer Bernstein e é claro, Michael e sua música.
Vale a pena assistir esse clipe inteirinho para se ver como filmes de terror naquela época eram vislumbrados e, sinceramente, como eram muito mais bem feitos do que os filmes de susto que assistimos hoje em dia nos cinemas.

Para ver o vídeo, basta clicar na foto (maldita incorporação desativada).
Deixando de lado Michael e seus zumbis, vamos ao que interessa: Trilhas de filmes de horror e suspense! Estes filmes sempre serviram para grandes trilhas sonoras, especialmente aquelas que criam a perfeita ambientação para aquela cena de susto.
Dos filmes mais toscos aos mais sérios, vemos exemplos clássicos do que uma boa trilha sonora pode fazer por um filme.
Alfred Hichcock[bb], denominado o mestre do suspense sabe bem o que é isso. Uma das cenas mais famosas dos filmes de suspense vem de um de seus filmes: Psicose.

Agora, sinceramente, assistam a cena sem som. Essa porcaria de música te arrepia do começo ao fim quando ela toca, e o uso do som do chuveiro ao fundo durante toda a cena é genial, afinal, não é necessário esconder o som ambiente, mas sim aprimorá-lo e aumentar seu volume, como se ele fosse tudo que a vítima escutasse. O som que ouvimos é o que Marion (Janet Leigh) está escutando antes de morrer.

Existem filmes em que o terror psicológico toma a forma de horror visual, uma dessas séries é a criada por Clive Barker chamado Hellraiser[bb] – Renascido do Inferno em que nosso querido Pinhead vem para causar dor a todos.

A música tema é de Christopher Young e Clive Baker sempre foi aclamado como um dos mestres do horror porque se você quer um filme com muitas cenas nojentas e até com um caráter mais psicológico, esse é o filme.
Outros filmes de horror como Sexta Feira 13, Hora do Pesadelo, Colheita Maldita, Poltergeist tem para si trilhas genéricas das quais eu não sou especialmente fã, ao contrário do próximo filme: A Profecia[bb]

Essa música é foda especialmente pelo coral e pelo nome: “Ave Satani”. Jerry Goldsmith fez uma ótima trilha para este filme de horror e suspense de primeira.

Já o próximo filme tem um dos temas de terror mais fáceis de reconhecer já feitos: “Halloween”.

Nunca gostei muito dessa série, mas sabe como é, Michael Myers é um Jason dos pobres, mas tem seu valor em matar adolescentes cheios de hormônios ou perseguir a Jamie Lee Curtis (que para os que não sabem, é filha de Janet Leigh, aquela que morreu na cena de Psicose lá de cima).

Levando para um lado mais light da vida, existem os filmes de terrir, ou seja, terror com comédia e dois deles tem lugar especial nessa lista. O primeiro foi o filme que deu início a uma parceria de quase 20 anos entre compositor e diretor. Me refiro a “Bettlejuice” de Tim Burton, com composição de Danny Elfman.

A música aqui no caso não é de Elfman, mas de Harry Belafonte e se chama Day O, mas eu tinha que postar essa cena porque é a mais hilária do filme. Notem a jovem e ainda réu primária Wynona Rider na cena.

O outro filme tem a trilha de Danny Elfman também e é o mais hilário de todos: Gremlins[bb]

Os monstrinhos foram criados por Rick Baker e eram hilários. A continuação também é boa, e os monstrinhos ficaram ainda mais bem feitos. Óbvio que se via que eles eram animatronicos, mas, quem se preocupa nessas horas?
Por fim, a música mais usada em filmes de terror na história.

Tudo quanto é filme de Vampiros, Frankenstein, Fantasma da Ópera e etc… já tocaram Toccata & Fugue do Bach.
Agora, quando se trata de trilha sonora de jogos de horror e suspense, nenhum bate Silent Hill[bb]. O filme mesmo usou o mesmo compositor das trilhas do jogo e a musiquinha de abertura é sinistra demais.

O filme é muito bom, sendo que eu considero ele um dos poucos filmes que sucedeu em trazer para as telonas o suspense que víamos na tela da televisão com os videogames. Imagine-se jogando Silent Hill de madrugada, casa escura, silêncio total, monstros e sons surgindo do nada, bem assustadoramente, quando, de repente…

É um inferno, é o caos!!! Eu desisti de jogar Silent Hill uma vez por causa do cagaço que eu tinha de só poder jogar de madrugada. Minha casa é muito silenciosa, eu começava a ouvir barulhos que não estavam lá. Voltei a jogar Silent Hill só quando tinha tempo de jogar durante a tarde ou de manhã durante os finais de semana, madrugadas à fora nunca mais.

E isso é que deve ser o verdadeiro suspense e terror, algo que te faz começar a olhar para os cantos escuros pensando se não tem nada lá…

Um ótimo Halloween a todos e terça feira estaremos de volta à programação normal com as trilhas de Final Fantasy!

J.R. Dib

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

próxima publicação