em ,

Tiago Rosas transforma o cotidiano em “Crenças e Tramas”, seu disco de estreia

Infortúnios pessoais, olhar para si próprio e crônicas bem-humoradas viram canções na estreia do cantor e compositor Tiago Rosas. “Crenças e Tramas” é um lançamento do selo Cantores del Mundo.

Tiago constrói suas narrativas a partir de bases rítmicas cruas e repetições melódicas, uma característica que, em diferentes medidas, permeia todo o álbum.

“Apesar da minha antiga relação com a canção, somente agora pude lançar meu trabalho solo. Mesmo com uma bagagem de canções anteriores, decidi compor um trabalho todo novo que tivesse um mesmo traço no discurso e na sonoridade. Tudo isso faz com que a chegada desse trabalho me renove e atualize com minha expressão artística. Parece que após uma estrada percorrida, finalmente eu parei para cantar a minha própria voz no presente. O surgimento e a urgência da chegada deste trabalho, sem dúvida, caminham paralelamente com experiências fortes na minha vida pessoal. Muitas transformações, como o início da vida conjugal, a paternidade, a perda de um dos meus filhos seguida de uma grave doença neurológica que eu tive foram fatos que impulsionaram minha vontade de criar. Depois de tanta coisa, minha vontade de expressar um discurso como artista tinha que se concretizar”, reflete Tiago.

Fruto de uma bem-sucedida campanha de financiamento coletivo, “Crenças e Tramas” traz à tona a experiência de anos dedicados à música misturada ao frescor de uma voz que se destaca no cenário da nova música brasileira. Seja como intérprete, instrumentista ou compositor, Rosas entrega uma poética crua que ganha forma com as influências rítmicas do rock, funk e jazz junto a harmonias e melodias da MPB.

“Me dediquei a compor canções mais ousadas, que reivindiquem a existência através da matéria rotineira do dia-a-dia. O cotidiano simultaneamente como fonte de inspiração e lugar de expressão. Apenas a potência desse próprio ser, desse fazer, desse cantar. O álbum assume a levada rítmica da música estrangeira para também fazer soar melodias e harmonias reconhecíveis na música brasileira. Uma canção que tenha elementos fáceis e reconhecíveis, mas que juntos, produzam uma narrativa surpreendente”, conta o artista.

Fundado por Tita Parra, neta da lendária folclorista chilena Violeta Parra, o selo Cantores del Mundo é atualmente gerido por Arthus Fochi e Guilherme Marques. Também participam de “Crenças e Tramas” Hugo Noguchi (baixo e coro) e Lucas Fixel (bateria e coro). Já a masterização foi feita por Alexandre Rabaço. O álbum está disponível em todas as plataformas de música digital.

 

 

Opiniões

Participe com sua opinião!

Carregando

0