em ,

Jornalista sergipano é condenado por texto crítico ao coronelismo

O jornalista sergipano José Cristian Góes foi condenado a sete meses e 16 dias de prisão por “ter escrito uma crônica ficcional sobre o coronelismo” que por sua vez, injuriou o desembargador Edson Ulisses, vice-presidente do Tribunal de Justiça e cunhado do governador Marcelo Déda (PT). Cabe recurso da condenação. Para aqueles que quiserem julgar por si mesmos se o texto é ofensivo a qualquer pessoa diretamente, ou se a ofensa é a uma prática feudal que perdura até hoje, o link é ESTE.

Participe com sua opinião!

Pró Player

Publicado por J.R. Dib

GamerCinéfiloMusicólogo

Sexta temporada de “Mad Men” termina fazendo da melancolia uma possibilidade

“Segredos de Sangue” e a estética pela estética…