em

Jean Grey boa é Jean Grey morta!

Emma e Jean“Certo, certo. Heresia. Jean Grey é uma vaca sagrada.”

Jean Grey está morta. Mais uma vez. E torço para que continue assim. Não que eu odeie a personagem, muito pelo contrário, eu a adoro, porém se você perguntar a qualquer pessoa para que ela cite pelo menos três X-Men, ela invariavelmente dirá “Wolverine, Tempestade e Ciclope”.

Jean sempre foi uma personagem apagada, sendo bem honesto ela sempre foi a chata, sabe aquela menina que é perfeitinha demais? Ela era a única mulher no meio de cinco homens, era a bonita, a inteligente, a simpática e quando começou a namorar o Ciclope então… piorou, ambos eram irritantemente perfeitos um para o outro.

Com as reformulações nos X-Men e a entrada de personagens como Tempestade, Wolverine e Colossus, fizeram com que os X-Men originais ficassem meio apagados, após alguns número alguns deles saíram da equipe.

Foi aí que finalmente fizeram algo decente com a Jean, deram os poderes de uma deusa para ela, ao tentar salvar a vida de seus companheiros de uma chuva de tempestade solar, Jean Grey alcança um nível tão grande de poder que acaba recebendo a entidade conhecida como Fênix.

madelyneDe Garota Marvel para Fênix, foi uma mudança radical e todos X-Men perceberam o quanto essa mudanças os estavam afetando e aí começou a via crucis com a aparição do Clube do Inferno, a transformação de Jean para Fênix Negra e a derradeira batalha com o Império Shiar que resultou na morte de Jean. Simplesmente um épico dos quadrinhos, a boa menina que de repente se vê com o poder de uma deusa, não suporta tamanha magnitude de poder, enlouquece, destrói um universo e no fim decide morrer como uma humana, se sacrificando para que seus companheiros não  sofressem mais por causa dela e nem que seu planeta pudesse ser alvo de sua ira.

O que poderia ter acabado de maneira grandiosa não aconteceu, a Marvel ressuscitou Jean Grey pela primeira, de muitas ressurreições, e com essa ressurreição o “samba do crioulo doido” teve início na família Grey-Summers. Ciclope estava casado com Madelyne Pryor e teve um filho com ela no período que Jean estava “morta”; depois descobre-se que Madelyne é um clone de Jean; Nathan, o filho de Madelyne com Ciclope é levado ao futuro e volta como Cable; Jean e Ciclope tem uma filha que vem de um futuro chamada Rachel e por aí vai.

Nos anos 90, o casal alcançou o status de “os mais chatos”, pois nada acontecia com eles, eles sempre estavam bem e felizes, nunca entendi como isso poderia funcionar no mundo real. Foi quando Ele chegou.

Ele a quem me refiro é Grant Morrison, que do alto de sua ousadia fez o que ninguém esperava, mostrou o quão defasado era o relacionamento dos dois. Ao colocar Emma Frost na equipe, Morrison criou o triângulo amoroso mais interessante dos quadrinhos, pois na medida que Ciclope amava e respeitava Jean, ele ao mesmo tempo se via tendo encontros psíquicos casuais com Emma Frost, até quando culminou no flagra de Jean pegando Ciclope semi-nu e Emma Frost vestida de Fênix Negra (memorável!).

Emma SummersEntendam, Morrison simplesmente mostrou aos leitores como todo esse tempo (em que Jean e Ciclope estiveram juntos, naquela perfeição irritante), que seu relacionamento já estava defasado, que eram muito mais amigos do que um casal, Jean não oferecia mais a Ciclope o que precisava como homem – enquanto Emma sim.

Morrison achou melhor matar Jean, o que foi um lance de mestre! Com a morte de Jean, Ciclope se vê sem amarras para tentar um novo relacionamento com Emma, o que para surpresa de todos tem se mostrado muito mais interessante do que o dele com Jean, afinal Emma é praticamente o oposto dela.

Até agora a Marvel deixou Jean morta, e torço para que continue assim, a personagem ser a entidade Fênix não tem muito apelo, e Emma Frost é muito melhor que ela, ela é ousada, determinada e não mede esforços para conseguir o que quer.

Torço para que Emma continue com Ciclope e que Jean continue em paz.

Avatar

Publicado por V.H. Batista

Designer, Nerd, Colecionador. Apaixonado por praia, trilhas, ler, cinema, figuras de ação e animações.

Confira meu blog: http://radicalivre.wordpress.com/