em , ,

Os quinze vilões de Batman que merecem aparecer no cinema ou na TV

Finda a trilogia de Chris Nolan, onde destaco a retomada do mito do personagem de Bob Kane e Bill Finger, o apuro visual, a temática da trama e os vilões. E é nesse ponto, que venho analisar um pormenor das adaptações, em especial em The Dark Knight Rises, onde dois bat-vilões (Bane e Mulher-Gato) mais uma vez recebem crédito no roteiro dos Nolan. Tudo bem com o Bane, antes um ‘banana’ brutamontes, segurança da Hera Venenosa naquele torpe filme (Batman & Robin, 1997) do Joel Schumacher, agora um personagem à altura, retratado como um terrorista bem mais inteligente e cruel. Mas a Mulher-Gato? Deixo a indagação pra vocês. Como amante da nona arte, venho indicar alguns nomes de vilões que mereceriam estar na trilogia da Warner ou poderiam aparecer em futuras adaptações.

Lock-up/ Carcereiro

Lyle Bolton era o chefe de segurança do Arkham que usava meios desnecessários para manter os prisioneiros na linha na versão Batman: The Animated Series; nos quadrinhos, um tira frustado, expulso da Academia de Polícia de Gotham por ser violento demais, que se tornou um vigilante com métodos nada ortodoxos, como quando tentou afogar o Duas-Cara. Acreditava que só há um meio para cuidar da criminalidade, com o ‘punho de ferro’. Imaginem quando ele tomou o controle da Blackgate? Seria um personagem bem interessante, um Bruce às avessas, cujo alter ego teria que salvar a vida de assassinos.

Man-Bat/Morcego Humano

Um cientista especialista em morcegos, o dr Kirk Langstrom, que desenvolveu um soro capaz de dar aos humanos a ecolocarização dos mamíferos voadores. Usou o soro em si mesmo,  para curar a progressão de sua surdez, entretanto os efeitos colaterais, meio que Jekyll & Hyde, lhe transformou num monstro híbrido de humano e morcego. Mas diferentemente do soro clássico, é altamente viciante. Seria um desafio enfrentar um inimigo que não controla suas ações, uma batalha pelos céus de Gotham seria impressionante, não?

O Charada

Um dos mais célebres vilões do Cavaleiro das Trevas, Edward Nigma é um gênio do crime, com uma inteligência e capacidade de investigação que rivalizam com as do próprio Batman. Até já apareceu com o Jim Carrey no papel, no já citado filme pastelão de Batman Eternamente, que saiu mais parecido com o Charada do seriado da década de 1960. Mas poderia ser melhor aproveitado na sua compulsão em desafiar o Batman como uma ameaça do que um palhaço com uma tesoura. Uma representação mais cínica e inteligentemente doentia não seria uma péssima idéia.

Hugo Strange

Historicamente foi o primeiro grande inimigo de Batman, Strange é um psicólogo renomado contratado pela polícia de Gotham na força-tarefa para capturar o mascarado, entretanto sua obsessão pelo Batman acaba enlouquecendo, fazendo experimentos com alguns prisioneiros do Arkham a querer copiar a imagem, o físico, as técnicas de combate e até mesmo o traje. Seu intelecto faz dele tão perigoso quanto o Coringa ou o Duas-Caras, em especial, por ser um dos poucos a deduzir a identidade secreta de Batman.

 

Calendar Man/Homem-calendário

Julian Day, um serial killer obcecado em assassinar nos feriados. Parece engraçado, mas a figura de Day em comprometer seus crimes com datas importantes do calendário tornam, a meu ver, o personagem um adversário potencial que chamaria a atenção na telona. Para quem leu Batman: O longo dias das bruxas deve se lembrar desse cara, para quem não conhece considerem um Hannibal Lecter jovem.

The Ventriloquist & Scarface

Filho de uma família de mafiosos, Arnold Wesker, após testemunhar o assassinato de sua mãe por uma família rival, se retrai, se dedicando por completo às marionetes. Com o tempo desenvolve Transtorno Dissociativo de Identidade passando a ter duas identidades. Onde o tímido e submisso Arnold serve como O Ventríloquo, é um mafioso que dá e executa ordens através de sua personalidade secundária, encarnado pela marionete de um gangster, o Scarface. Mais uma vez a psicose dos vilões de Batman, nesse caso bem mais profunda, pois seu alter ego sempre será recriado, não importa quantas vezes destrua a marionete do Scarface.

Victor Zsasz

Outro serial killer, que geralmente mata com uma faca, fazendo uma marca em algum lugar de seu corpo por cada morte. Isso, escarificação doentia mesmo. Outrora um chefe de uma multinacional que perdera tudo que tinha em cassinos, depressivo, prestes a suicidar da Gotham Bridge, um sem-teto tenta lhe assaltar com uma faca, instintivamente toma a arma e o esfaqueia. A partir daí se dedica a “libertar” os outros de sua existência inútil.

 

Mad Hatter/O Chapeleiro Louco

Jervis Tetch, um esquizofrênico, obsessivo-compulsivo, altamente desiludido, que se identifica mais com crianças do que com adultos, por isso usa o topônimo do personagem de Alice no País das Maravilhas. De um intelecto brilhante, desenvolveu uma tecnologia de controle da mente para crimes dos mais diversos. Do simples roubo de doces a massacres de famílias, o Chapeleiro fica curtindo sentado tomando chá. Tenebroso o potencial deste personagem aos meus olhos.

 

Clayface/Cara de barro

Já houve oito Cara de barro, não atentarei a diversidade, neste caso, mas a sugestão de inimigo para um filme. Com a tecnologia que temos hoje, o personagem seria um adversário que queria ver em live-action. Imaginem um inimigo quase impossível de detectar e destruir, podendo se tornar qualquer um e imune a ataques físicos. Seria bem melhor que o Homem-Areia lá do Homem-Aranha.

 

Killer Croc/Crocodilo

Waylor Jones nasceu com uma rara doença, um distúrbio em que sua pele desenvolvesse escamas reptilianas. Como um menino pobre dos subúrbios de Gotham, era maltratado pelas chacotas e humilhações, criando um ódio pelos ditos “normais”. Logo, aos oito anos mata pela primeira vez e daí em diante, um escravo de seus desejos primitivos. Com o tempo seu tamanho e força física cresceram, além de aparecer garras e dentes bem afiados. Um chefe de gangue que se come seus inimigos é um vilão para ninguém botar defeito, mesmo não sendo tão original.

 

Black Master/ Máscara Negra

Roman Sionis era um membro de uma família riquíssima que se rivalizava com a de Wayne. Seus pais se dedicavam mais com o status social do que seu filho, criando uma antipatia doentia pelos descabidos de seus progenitores, que acabou levando-o a queimar a mansão com os pais ainda dentro. Perdendo sua fortuna, se volta ao crime, assumindo a liderança da Máfia de Gotham, e tendo ao lado grande parte da corrupta polícia; curiosamente seu alvo não é Batman, mas as empresas Wayne e seu dono. Uma boa pedida para um roteiro, não?

 

Killer Moth/ Mariposa Assassina e Firefly/Vagalume

Acho que sozinhos não dariam um caldo pro Batman, mas em dupla esses dois personagens, apesar dos nomes bizarros teriam recursos bem interessantes para uma adaptação em live-action. O primeiro mais conhecido como o prisioneiro 234026 de Blackgate, decidiu confrontar o Batman após sair da prisão, tentando atacar a filantropia de Wayne. Seria que ele sabia da identidade secreta do Batman? Já o segundo, era um especialista em efeitos para o cinema que entrou para o mundo do crime, após perder o emprego se tornar um piromaníaco.

Hush/Silêncio

Thomas Elliot era um amigo de infância de Bruce, ao contrário de Wayne tinha um pai que abusava do álcool e uma mãe daquelas bem fúteis. Queria que seus pais morressem para assumir a fortuna deles, tanto que cortou os freios do carro, mas o médico consegue salvar sua mãe. Quando soube da tragédia dos Waynes, invejou ainda mais Bruce, levando o ódio a idade adulta. Mais velho, ele segue uma vida semelhante ao do alter ego do Batman, rico, bem-sucedido e com uma identidade secreta. Sendo utilizado por ter laços pessoais poderia dar um sério problema ao Batman caso ele atacasse as pessoas próximas dele.

 

Deadshot /Pistoleiro

Floyd Lawton é um mercenário, um assassino de aluguel, especialista em uma grande variedade de armas. Queria tomar o lugar do Batman como vigilante das ruas de Gotham, ao mesmo tempo em que tomava o submundo. Um bom personagem nas mãos de Nolan, não acham?

Court of Owls/ Tribunal das corujas

O Tribunal de corujas é uma sociedade secreta que tem controlado a cidade de Gotham durante séculos. Eles são uma quadrilha violenta de algumas das famílias mais antigas e mais ricas de Gotham City que usam a manipulação financeira e política, além de alguma maneiras nada ortodoxas para exercer sua influencia ao longo da história. São os inimigos atuais do Batman neste recomeço da DC, um arco que revela muito dos Waynes.

Com esta lista podemos notar o quanto pode ainda ser utilizado para adaptações do Batman. E faltaram ainda vários outros personagens nesta lista para citar alguns Arlenquina, Lady Shiva, Cluemaster, entre outros. Quem sabe alguém possa fazer um seriado do Batman, com todo seu aspecto sombrio e cruel e trazer todo esse arcabouço para nós deleitarmos, hein!

alguém opinou!

Deixe sua opinião!

Participe com sua opinião!