em ,

Pigmaleão e a saudade de uma memória inventada

Sentir saudade é normal, faz parte da vida. Ter saudade do que não foi, de uma memória inventada também. Muitas vezes as lembranças ficam tão soltas em nossa mente que a realidade e a fantasia se confundem criando uma realidade alternativa. As palavras, nas memórias inventadas, costumam voar livres sem obedecer a qualquer regra que possa desfazer o seu encanto. Foi com essa sensação que terminei de ler a história em quadrinhos Pigmaleão, de Diego Sanchez, uma das apostas literárias deste ano do Circuito Ambrosia.
Em entrevista com o autor, fiquei sabendo que a história de Pigmaleão foi criada após um sonho. “Um dia acordei de um sonho com memórias envolvendo uma ex-namorada que nunca tinham de fato acontecido, mas que no sonho eram reais. Lembro que achei a sensação muito doida e fiquei pensando em trabalhar essa questão do sonho, da ilusão das memórias, e da reconstrução e idealização”, contou Diego.
pagina-pigmaleao-diego-sanchez-circuito-ambrosia-01
Entre o trabalho de escrever e desenhar, todo o processo durou três meses. O quadrinista e ilustrador revelou que algumas das suas referências literárias, como Gabriel Garcia Marquez, Charles Bukowski e Hermann Hesse, influenciaram a narrativa da estória. “O nome Arcádio veio de Garcia Marquez, a oralidade e o estilo de escrever de Bukowski no livro Mulheres moldou minha escrita no sentido de expor uma beleza do natural, e Hermann Hesse com a sua obra O Lobo da Estepe, também serviu de referência pela forma como ele movimenta a narrativa dentro de delírio, o livro dentro do livro, o real e o irreal como realidade”, explica o autor de Pigmaleão.
Satisfeito com a receptividade da HQ, Diego destacou que sua preocupação principal durante o processo criativo era criar uma atmosfera bem delicada como a de um sonho ou mesmo uma memória inventada. E ainda revelou a possibilidade de reutilizar os personagens de Pigmaleão como personagens secundários em suas próximas obras. Vamos aguardar!
pagina-pigmaleao-diego-sanchez-circuito-ambrosia-02
Publicações de Diego Sanchez
Depois da edição e participação em algumas antologias, como Peixe Fora D’agua, Revista Libre! e Corazón, Diego Sanchez lançou no início deste ano Perpetuum Mobile, sua primeira história em quadrinhos que conquistou boas críticas da mídia especializada. O seu atual lançamento, Pigmaleão, é uma das apostas do Circuito Ambrosia para este ano. Diego posta regularmente seus quadrinhos em sua página no Facebook chamada Quadrinhos Insones (https://www.facebook.com/QuadrinhosInsones).
Diego Sanchez será uma das atrações da 1ª Quinzena de Quadrinhos da Travessa, que acontecerá no CBBB (Centro Cultural Banco do Brasil), no Rio de Janeiro, de 26 a 29 de novembro. O evento é gratuito, com entrada mediante retirada de senha uma hora antes de cada evento. Classificação: 14 anos. Clique aqui para visualizar a programação completa do evento.

Opiniões

Participe com sua opinião!

Carregando

0