em

Quadrinhos para ler com Watchmen: Descontos da DC

banner-watchmen

Há muita controvérsia sobre como será o filme Watchmen, mas independente do valor da adaptação, uma coisa é certa: o filme levará curiosos a ler o quadrinho (nem que seja só para poderem criticar depois). Aqui vai ser produzido um lucro que a DC já está aproveitando para ampliar com o lançamento do Absolute Watchmen, mas por quê não ampliara inda mais essa margem? Esse pensamento foi provavelmente o que levou a um ótimo golpe de marketing da editora: lançar quadrinhos relacionados a produção de Alan Moore por um dólar. Sim, apenas um dólar.

Mas infelizmente essa promoção é apenas para atiçar os leitores, pois ele vale apenas para o primeiro número de 5 sagas de grande peso da DC:

crisedeidentidadeadaptada Crise de Identidade #1; este é o único quadrinho da lista que não se encontra na Vertigo, mas sim na linha normal de super-heróis da DC. Com a morte da mulher do Homem-Elástico, uma crise se instala entre os principais super-heróis. A série foi escrita por Brand Meltzer e desenhada por Rags Morales.

Monstro do Pântano #21; foi com esse trabalho que Alan Moore conseguiu abrir o caminho para sua carreira na editora, que o levou a ser conhecido como um dos melhores quadrinistas do mundo. Atualmente temos um encadernado desta série lançado no Brasil pela Pixel.

Planetary #1; série de Warren Ellis e Darick Robertson, aqui temos um quadrinho adulto em que os personagens principais possuem super-poderes. Sua trama é deveras complexa e interessante. Assim como o título anterior, Planetary foi trazido para o Brasil pela Pixel.

Preacher #1; de Garth Ennis e Steve Dillon. A trama gira em torno de um texano ex- padre pouco-usual com poderes que desafiam Deus, em busca de compreensão e uma conclusão para sua história, Jess une-se com sua ex e atual namorada, Tulipa e um amigo vampiro, Cassady. Essa é uma das histórias em quadrinho mais divertidas de se ler, com a quantidade certa de sangue, sexo e plots interessantes. Preacher foi trazido para o Brasil pela Devir e pela Pixel, mas eu aconselho a ser lida em inglês, pois a tradução brasileira perde os sotaques, figuras de linguagens e palavreados das originais.

Transmetropolitan #1; novamente temos uma obra de Warren Ellis e Darick Robertson, esse trabalho possui uma estética pós-cyberpunk e trata de um jornalista em um futuro ultra-tecnológico que procura descobrir os podres por trás de dois presidentes norte-americanos. A série ainda não foi trazida na íntegra para nosso país.

Sinceramente, a idéia é muito boa, mas eu não consigo ver a ligação de alguns desses quadrinhos com Watchmen. Acredito que Autority, por exemplo, teria mais a ver com a temática do que Preacher.

Deixe sua opinião

Avatar

Publicação Diana