em ,

A triste história por trás da criação do Superman

Uma das histórias de bastidores mais tristes do mundo dos quadrinhos é a maneira injusta como foram tratados os criadores do Superman, Jerry Siegel e Joe Shuster.
Vítimas de práticas abusivas que eram comuns na Era de Ouro e também da própria inocência, a dupla criadora padeceu na mão de empresários inescrupulosos, que enriqueceram apossando-se de sua criação, tudo com base em um papel assinado sob circunstâncias específicas, que jamais foram levadas em consideração.
Agora a editora Aleph lançou A HISTÓRIA DE JOE SHUSTER: O ARTISTA POR TRÁS DO SUPERMAN, uma excelente biografia de Julian Voloj e Thomas Campi, que narra justamente todo esse triste episódio em detalhes atordoantes. Uma leitura obrigatória para todos que se interessam pela história da Nona Arte.
SINOPSE DA HQ:
Com uma história de cortar o coração, minuciosamente pesquisada e lindamente ilustrada, esta obra é uma das grandes homenagens que Joe Shuster merece. Além de ser uma ótima biografia e um grande livro sobre a história das histórias em quadrinhos, fala também de arte e sonhos juvenis batendo de frente com o mundo corporativista inescrupuloso. Leitura fundamental.― Daniel Lopes, Pipoca & Nanquim SOBRE O LIVRO
Você já conhece a história do Superman – o garoto alienígena vindo de um planeta extinto, que cresce em uma cidade interiorana e se torna o maior herói que a humanidade já viu. Mas, após 80 anos como um dos principais personagens da cultura pop, ainda hoje poucos sabem em detalhes a trajetória de seus criadores: dois garotos sem superpoderes, mas cheios de talento e ideias fantásticas.
E enquanto Jerry Siegel (com suas histórias) e Joe Shuster (com seus desenhos) apenas sonhavam em ganhar a vida publicando quadrinhos, quis o destino que o mundo nunca mais fosse o mesmo frente a sua criação. A história de Joe Shuster volta no tempo para contar os percalços e as alegrias de um artista que revolucionou a nona arte e deu início à Era de Ouro dos Quadrinhos, além de narrar o desenvolvimento dessa indústria ao longo das décadas.

Participe com sua opinião!

Audaz

Publicado por Pipoca e Nanquim