Colin Trevorrow não é mais o diretor de “Star Wars: Episódio IX”. A Disney ainda não anunciou seu substituto. Coincidentemente, o afastamento de Trevorrow se deu pouco tempo depois da troca de diretores de “Han Solo”. A dupla Phil Lord e Christopher Miller (responsáveis por “Uma Aventura Lego”) foram substituídos por Ron Howard. Por enquanto tudo é especulação. Fala-se na permanência de Rian Johnson, diretor de “Os Últimos Jedi”. Até uma volta de J.J. Abrams (que comandou “O Despertar da Força”) tem sido cogitada.

Contudo, nada nos impede de especular sobre quem ocuparia a importante cadeira de diretor do último filme da saga Star Wars. Confira abaixo uma relação de nomes com perfil para o cargo.

Jon Favreau

O diretor de “Homem de Ferro” era um dos nomes cogitados para dirigir o Episódio VII quando foi feito o anúncio da venda da Lucasfilm para a Disney. Com o sucesso de “Mogli, O Menino Lobo”, o cineasta ganhou ainda mais respeito dentro do etúdio. Tanto que foi incumbido do comando da versão live action de “O Rei Leão”. No entanto, é justamente a saga de Simba que pode tirá-lo da lista de possibilidades da CEO Kathleen Kennedy. O remake estreia em julho de 2019. Somente um adiamento de “Episódio IX” para dezembro tornaria viável a presença de Favreau.

Patty Jenkins

A diretora de “Mulher Maravilha” é a nova queridinha de Hollywood. Também pudera: o filme da amazona foi o longa de origem de super-herói mais bem sucedido nos EUA. Além disso figura entre as adaptações de HQ recentes mais lucrativas, fora o fato de ter renovado o status de ícone pop da personagem. No meio de uma combinação de fatores (carisma de Gal Gadot, bom roteiro) está o toque de Patty. E nada mais justo que a saga de Rey fosse concluída sob um ponto de vista feminino. Porém, a cineasta já está envolvida com a sequência de “Wonder Woman”, que também estreia em 2019. Isso diminui significativamente as chances de ela assumir a cadeira de diretor.

Joss Whedon

(AP Photo/Matt Sayles)

Depois de transformar os “Vingadores” em fenômeno de bilheteria, Joss Whedon se voltou para a rival da Marvel, a DC, onde comanda as refilmagens de “Liga da Justiça” no lugar de Zack Snyder. Além disso (e, provavelmente, da sequência do filme da superequipe), irá dirigir o longa protagonizado pela Batgirl. Com um bom conceito dentro da Disney, e um histórico de sucesso com uma produção protagonizada por uma heroína (“Buffy – A Caça Vampiros” é criação sua), seria um nome adequado para encerrar a saga de Rey. Resta saber se haveria uma folga da DC/Warner.

Matt Reeves

Seria um presente para os fãs de Star Wars ter o episódio dirigido por um dos cineastas mais talentosos em atividade. Reeves chamou atenção por “Cloverfield” e confirmou sua excelência no desfecho da trilogia prequel de Planeta dos Macacos. Uma direção precisa, minimalista e ao mesmo tempo densa cairia muito bem em um Star Wars. Por isso, Reeves seria um nome mais do que indicado.

Denis Villeneuve

Assim como Matt Reeves, é um cineasta de prestígio, comum trabalho de direção de qualidade indubitável. Realizou uma excepcional ficção científica, “A Chegada”, mas não sabemos como se sairia em uma space opera. No entanto, a julgar por sua filmografia, ele traria uma contribuição importante para o universo Star Wars, e não faltaria personalidade à condução de “Episódio IX”.

Brad Bird

D23 EXPO 2017 – Friday, July 14, 2017 – The Ultimate Disney Fan Event – brings together all the worlds of Disney under one roof for three packed days of presentations, pavilions, experiences, concerts, sneak peeks, shopping, and more. The event, which takes place July 14-16 at the Anaheim Convention Center, provides fans with unprecedented access to Disney films, television, games, theme parks, and celebrities. (Disney/Image Group LA)
BRAD BIRD

Conhecido por seu trabalho com a Pixar, Bird também constava na lista de possíveis diretores para “O Despertar da Força”. Ele teria declinado por achar “Tomorrowland” mais interessante. E o filme (apesar de ótimo) foi um fiasco. Certamente a Lucasfilm já planeja sondá-lo.

Gareth Edwards

É o atual queridinho dos fãs da franquia. O spin-off “Rogue One”, dirigido por ele, é quase uma unanimidade entre os fãs de Star Wars. Certamente o anúncio de seu nome como o diretor de “Episódio IX” seria efusivamente festejado pela comunidade Star Wars.

Tony Gilroy

O roteirista da saga “Bourne” também foi responsável pelo resultado de “Rogue One”. Além de roteirizar, ele comandou as refilmagens e todo o processo de pós-produção no lugar de Gareth Edwards. Assim sendo, também seria uma bela opção para ocupar o lugar deixado por Trevorrow.

Joe Johnston

Um pouco afastado das superproduções (a última foi “Capitão América: O Primeiro Vingador”), Joe Johnston é um especialista em títulos aventurescos com certo tom nostálgico. Ele certamente daria a Episódio IX um clima das matinês dos anos 40 e 50, que foram a grande influência de George Lucas para a criação da saga.

Kevin Smith

Kevin Smith é o maior fã de Star Wars que chegou ao posto de diretor hollywoodiano. Seu fanatismo empalidece até mesmo o de J. J. Abrams. Assim como “O Despertar da Força”, um “Episódio IX” dirigido por Smith seria um filme de fã para fã. Só que de um fã ainda mais ardoroso, que daria um apaixonado desfecho à saga. Smith merece uma participação no filme, mesmo que seja como roteirista.