Festival Photothings retorna à 4ª edição promovendo inclusão e diversidade

Evento contará com diversas categorias de premiações, podendo dar a chance ao vencedor de expor seu trabalho fora do país

45
0

O Festival Photothings 2024, que acontece em sua 4ª edição, retorna com a proposta de estimular a produção fotográfica nacional, proporcionando uma plataforma inclusiva e diversificada para artistas visuais de todo o Brasil.

Com data marcada para o evento final e premiação para os dias 14 e 15 de setembro na Associação Comunitária Monte Azul, em São Paulo, o Photothings abre as inscrições entre os dias 10 e 23 de junho, com o objetivo de destacar talentos emergentes e promover a arte fotográfica como um meio de expressão cultural.

Para essa edição, há um compromisso de 60% das vagas serem destinadas a artistas do norte, nordeste, centro-oeste e sul do país, bem como mulheres, pessoas negras, indígenas, comunidades tradicionais, LGBTQIAPN+, pessoas com deficiência e outros grupos em situação de vulnerabilidade.

Sem um tema pré-estabelecido, a iniciativa busca delinear um panorama plural da fotografia autoral, revelando uma geração de artistas que enfrentam dificuldades de acesso ao mercado – este ainda concentrado em poucas galerias e feiras de arte. Dessa forma, o objetivo do Photothings é “furar a bolha” e mostrar a riqueza da produção fotográfica de diversas regiões do Brasil.

A curadoria deste ano está a cargo do fotógrafo Léu Britto e da historiadora Marly Porto. A comissão de seleção que vai selecionar os premiados inclui tanto artistas consagrados como talentos emergentes, com um foco significativo na diversidade e inclusão. “O Photothings tem sua posição bem definida no mercado fotográfico do Brasil: valorizar nomes que não são convidados para os grandes eventos. Eu mesmo sou um exemplo disso. Participei da primeira coleção em 2021, expus em 2022, fui jurado em 2023 e agora sou curador em 2024”, diz Léu.

Entre os nomes de destaque deste ano estão Juh Almeida, fotógrafa e diretora de cinema conhecida por seu trabalho na novela “Vai na Fé” da Rede Globo, selecionada pelo Festival Photothings em 2023 e premiada pelo Instituto Moreira Salles; Bob Wolfenson, renomado fotógrafo nacional e internacional, que fará a primeira apresentação na Favela Monte Azul; Rogério Reis, um grande nome da fotografia brasileira, conhecido por suas obras no Rio de Janeiro; Marcelo Reis, artista visual baiano, curador de artes visuais e membro suplente do Conselho de Políticas Culturais de Salvador (2021-2024); além de Léu Britto, fotojornalista e videomaker, cofundador do DiCampana Foto Coletivo e correspondente do Jardim Monte Azul desde 2010, com um acervo de mais de 50 mil fotografias de favelas e periferias do Brasil.

A premiação será composta por três categorias distintas. O primeiro prêmio consiste em cinco fotolivros bilíngues, com 40 páginas no formato 15x19cm, que integrarão a Coleção Photothings, atualmente com 20 títulos. A comissão de seleção para este prêmio inclui Angélica Dass, fotógrafa premiada; Ina Henrique Dias, pedagoga, professora e fotógrafa; Juh Almeida, cineasta e fotógrafa; Marcelo Reis, artista visual e curador; Rogério Reis, fotógrafo; Léu Britto e Marly Porto.

O segundo prêmio é um fotolivro artesanal, cujo projeto gráfico será desenvolvido pelo designer Julio Matos em parceria com o autor selecionado e executado pelo Yume Ateliê, de Eliana Yukawa. A comissão de seleção deste prêmio inclui Eliana Yukawa, Julio Matos, Léu Britto e Marly Porto.

Já o terceiro prêmio é um curso online que resultará na produção de um fotolivro artesanal. Este curso é realizado pelo projeto M.A.L.A. (Morada Andarilha de Livros de Artista) e, ao final, o livro produzido será exposto na França, em 2025. A seleção do participante para este prêmio será definida pela equipe formada por Estela Vilela, integrante do coletivo M.A.L.A, Léu Britto e Marly Porto.

“Isso representa uma escalada inimaginável para nós, negros, empobrecidos e favelados. Por isso, apoio e convido todos os profissionais das imagens, oriundos das margens, a ocuparem esse espaço, destinado à boa fotografia e às artes das periferias do Brasil”, completa Britto.

Saiba mais: https://portodecultura.com.br/2o-festival-photothings-2024/

SERVIÇO
Photothings 2024
Abertura das inscrições: 10 a 23 de junho
Divulgação dos selecionados: segunda quinzena de julho
Entrega dos prêmios: 14 e 15 de setembro na Associação Monte Azul
Local: Associação Comunitária Monte Azul (Rua Francisco Xavier de Abreu, 483, Jardim Monte Azul – SP, 05836-180)
Horário: das 14h às 19h
Entrada gratuita

Foto: Ana Póvoas | Giro de Folias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *