em

Alteris mostra instintos e desejos em clipe reflexivo

“Salamandra”, primeiro single da banda, traz mistura de psicodelia e sons latinos

Seguindo a estética da neopsicodelia unida ao progressivo e à música latina, a Alteris faz um som diferente unindo diversas vertentes da música brasileira. Prestes a lançar seu EP de estreia, a banda do sul fluminense apresenta seu primeiro single, “Salamandra”, com um vídeo de recortes estéticos e dança para refletir sobre o poder de adaptação das pessoas aos seus desejos e instintos.

Formada por João Barros (vocal), Mahayan Maximiano (guitarra), Igor Telles (baixo), Felipe Miranda (bateria) e Dayan Maximiano (teclado), a banda aborda a temática da fragilidade das relações interpessoais com uma identidade singular. Todos músicos experientes com vários projetos, buscavam uma nova identidade musical que os estimulassem criativamente. Barros, Mahayan e Felipe já tocavam juntos e encontraram em Igor e Dayan o que faltava para alcançar o resultado que pretendiam. Essa nova identidade sonora surge no clipe.

“O roteiro surge justamente da ideia de representar esse constante devorar e se materializa em um circuito de dança repleto de jogos corporais em conjunto com a vontade que temos de misturar os tipos de artes em nosso projeto. A mãe do nosso guitarrista é dona de uma companhia de dança profissional e desenvolveu os movimentos de acordo com o conceito que elaboramos”, conta João Barros.

Alteris mostra instintos e desejos em clipe reflexivo | Ambrosia | Revista Ambrosia

Após passar o último ano em um processo longo de produção em sua cidade natal de Barra Mansa, eles se preparam para lançar seu primeiro EP, chamado “AMI”. A produção musical do trabalho é de Júlio Victor, conhecido pelo canal Tá na Capa e pela banda Sasha Grey as Wife. Júlio, que também produziu e editou o clipe, divide a direção de “Salamandra” com Fifi Salvador.

“Esse clipe significa o surgimento concreto da banda. Conceitualmente, representa o constante devorar do ser humano em relação a sua própria espécie”, conclui João.

Ficha Técnica:

Roteiro e Direção: Fifi Salvador e Júlio Victor

Produção e edição visual: Júlio Victor

Figurino: Fifi Salvador

Atrizes: Ana Luiza Cizino e Vitória Thouin (dançarinas profissionais do Grupo Fifi Salvador)

Produção, mixagem e masterização de áudio: Júlio Victor

Agradecimento especial: Grupo Fifi Salvador

Deixe sua opinião

Avatar

Publicação Build Up Media