em ,

Museu do Samba oferece visita virtual guiada grátis

Passeio é guiado pelo historiador Luiz Antonio Simas e mostra a exposição “Semba/Samba: Corpos e Atravessamentos – Brasil e África: Traduzindo o Nosso Samba”

samba

O samba não pode parar. Mesmo que o Carnaval de 2021 tenha sido cancelado, a história e a alegria do ritmo mais popular do Brasil continua atraindo a atenção.

O Museu do Samba — localizado no bairro da Mangueira, Zona Norte do Rio de Janeiro — encontrou uma maneira diferente para manter a história do samba em destaque: um tour virtual.

Guiado pelo historiador Luiz Antonio Simas, o passeio virtual mostra a exposição “Semba/Samba: Corpos e Atravessamentos – Brasil e África: Traduzindo o Nosso Samba”, que celebra os saberes da ancestralidade africana e suas conexões socioculturais e religiosas com o universo das escolas de samba.

Obras de bambas do Carnaval

samba

Idealizada por Aloy Jupiara, Felipe Ferreira, Nilcemar Nogueira e Rachel Valença, a exposição conta com obras de artistas/carnavalescos como Rosa Magalhães, Milton Cunha, Lícia Lacerda, Bruno César, Ana Bora, Alessandra Reis, Marina Vergara, e Mulambö, entre outros.

São pouco menos 15 minutos que valem muito para quem conhece (ou não) o museu e gosta do espetáculo da Marquês de Sapucaí.

A curadoria artística e projeto expográfico assinados por Leonardo Bora e Gabriel Haddad, carnavalescos da escola Acadêmicos do Grande Rio.

samba

Visitas presenciais

O Museu do Samba continua recebendo visitas presenciais (mediante agendamento) que pode ser feito através do e-mail [email protected] ou pelo telefone (21) 3234-5777.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

Street Fighter

Publicado por Fernando de Oliveira (feroli)

Jornalista com mais de 30 anos de carreira e que já teve a honra de entrevistar Sir Paul McCartney, entre outros feitos.

VerificadoEscritorColecionadorMusicólogoRepórterPromotor(a)

Xico – O Cachorro Mágico: animação traz tradição mexicana, mas não emplaca sua história

Equação Anti-Vida? Sonho do Batman? Entendendo o final Liga da Justiça de Zack Snyder