em ,

Chadwick Boseman para além do Pantera Negra

Quando lembramos de Chadwick Boseman, é impossível não associá-lo ao Pantera Negra.

Ainda assim o ator, que acaba de nos deixar, se destacou em outros papéis além do rei de Wakanda, que você confere abaixo.

42: A História de uma Lenda (2013)

Cinebiografia do jogador de beisebol Jackie Robinson. Em 1946, Robinson era um jogador de beisebol da Liga Negra que nunca leva o racismo para baixo. Branch Rickey é um executivo de equipe da Major League com uma ideia ousada.

Para esse fim, Rickey recruta Robinson para quebrar a linha tácita da cor com o primeiro jogador afro-americano da Major League. Como ambos anteciparam, isso prova ser um grande desafio para Robinson e sua família, enquanto eles lidam com a hostilidade racista implacável dentro e fora do campo, tanto de jogadores quanto de torcedores.

Foi o primeiro papel de protagonista de Boseman em um filme de projeção.

Get On Up: A História de James Brown (2015)

Aqui Boseman encarna com muito talento e suingue o Godfather of Soul James Brown.

O filme acompanha sua vida com uma infância turbulenta, onde a música era sua única liberação construtiva para suas paixões. Mostra como a ousadia criativa de Brown o tornou uma estrela que desafiadoramente criou novas possibilidades no show business tanto dentro quanto atrás do palco em face do racismo e do pensamento convencional.

Ao longo desse caminho, vemos como ele também se tornou um pacificador que redefiniu e aumentou o sentimento de autoestima da comunidade afro-americana quando era mais necessário. Embora não tenha sido uma unanimidade entre os críticos, é a adaptação definitiva da vida de James Brown no audiovisual.

Deuses do Egito (2016)

Os deuses greco-romanos têm presença constante no cinema, mas a mitologia egípcia, igualmente rica, não gozava do mesmo prestígio.

A intenção de Deuses do Egito era realizar uma espécie de Fúria de Titãs mudando a geografia. Não deu muito certo. O filme apresenta uma série de equívocos narrativos (e técnicos, com efeitos especiais que deixam a desejar) que o impedem de ser memorável. Ainda assim, foi válida a tentativa de se abordar uma outra mitologia em uma superprodução.

Na trama, o herói mortal Bek se une ao deus Hórus em uma aliança contra Set, o impiedoso deus das trevas, que usurpou o trono do Egito, mergulhando o outrora pacífico e próspero império no caos e no conflito. Boseman interpreta o deus Toth.

King Uma História de Vingança (2016)

Outra cinebiografia na carreira de Boseman. Depois de perder repentinamente todo o contato com sua irmã mais nova, Jacob King chega a Los Angeles determinado a localizá-la.

Tentando juntar seus últimos movimentos conhecidos, King encontra evidências inquietantes de uma vida que saiu dos trilhos – drogas, sexo e segredos no ponto fraco da Cidade dos Anjos.

Não se intimidando com os avisos para voltar para casa, King prova ser mais do que um adversário para a violência com a qual é confrontado enquanto busca incansavelmente a verdade sobre o que aconteceu com sua irmã.

Marshall: Igualdade e Justiça (2017)

Aqui Chadwick Boseman é Thurgood Marshall, o advogado obstinado que se tornaria o primeiro juiz afro-americano da Suprema Corte, enquanto enfrenta um de seus casos decisivos.

Crime Sem Saída (2019)

Anthony Russo, que junto com seu irmão Joe dirigiu “Capitão América Guerra Civil”, filme que introduziu o Pantera Negra no MCU, assinou a produção desse aqui, junto com um time no qual o próprio Boseman se incluía.

Lançado em uma caçada cidade por uma dupla de assassinos de policiais, o detetive da NYPD Andre Davis (Boseman) começa a descobrir uma enorme conspiração que liga seus colegas policiais a um império criminoso e deve decidir quem ele está caçando e quem está realmente caçando.

Durante a caça ao homem, Manhattan é completamente bloqueada pela primeira vez em sua história – nenhuma saída ou entrada para a ilha, incluindo todas as 21 pontes.

Destacamento Blood (2020)

Lançado pela Netflix, esse filme dirigido por Spike Lee já consta como um dos melhores filmes desse ano atípico.

Trata-se da história de quatro veterinários afro-americanos – Paul (Delroy Lindo), Otis (Clarke Peters), Eddie (Norm Lewis) e Melvin (Isiah Whitlock, Jr.) – que retornam para o Vietnã.

Procurando pelos restos mortais de seu líder de esquadrão (Boseman) e a promessa de um tesouro enterrado, nossos heróis, unidos pelo filho preocupado de Paul (Jonathan Majors).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *