em ,

Conheça os vencedores do Fantasporto 2019

Festival de cinema fantástico no Porto se encerrou ontem (02/03)

A 39a edição do Fantasporto teve “Last Sunrise”, o filme de Wen Ren, como grande vencedor do prêmio de Melhor Filme.

O Júri Internacional decidiu atribuir o seu Prêmio Especial a “In Fabric”, do realizador britânico Peter Strickland (de “Berberian Sound Studio”, premiado no Fantasporto 2012) pelo seu “alto nível de originalidade” e também uma Menção Especial ao filme americano “The Fare”, de D. C. Hamilton.

O prêmio para o Melhor Argumento foi para (um de nossos representantes) Rodrigo Aragão, roteirista e diretor do filme brasileiro “A Mata Negra”, sobre uma jovem perdida na floresta, enfrentando demônios, espíritos, perseguida por um pregador louco…

O prêmio para o Melhor Ator foi para Christopher Rygh, pelo seu desempenho no filme “The Head Hunter”, uma co-produção entre Estados Unidos e Portugal, que venceu também o prêmio para Melhor Filme na seção de Cinema Português. A australiana Georgia Chara recebeu o prêmio de Melhor Atriz pela sua atuação em “Living Space”, do seu compatriota Steven Spiel.

Last Sunrise, vencedor do prêmio de Melhor Filme do Fantasporto 2019

O filme húngaro “His Master’s Voice”, de György Pálfy, obteve o prêmio destinado à Melhor Fotografia e Efeitos Visuais. O prêmio para melhor Curta-Metragem Fantástica foi para o filme israelita “My First Time”, de Asaf Livni.

WEREWOLF DE ADRIAN PANEK (POLÓNIA), VENCE 29ª SEMANA DOS REALIZADORES

O vencedor do Prêmio da Semana dos Realizadores do 39º Fantasporto é “Werewolf”, do realizador polaco Adrian Panek, filme sobre um grupo de crianças libertadas de um campo de concentração nazi no fim da II Guerra Mundial que encontra abrigo numa mansão abandonada e ali fica encurralado, cercado por uma matilha de cães-de-guarda fugidos desse mesmo campo.

O Prêmio Especial do Júri nesta competição foi para o filme filipino “Waiting for Sunset”, primeiro longa metragem de Carlo Catu, roteirista de “Laut”, apresentado no Fantasporto em 2018. “Waiting for Sunset” conta a história de um casal de idade que vive junto há muito sem poder casar porque há tempos o marido da mulher desapareceu repentinamente, sem deixar rasto. Um conto de ternura e humanidade, com grandes interpretações, vencedor do Melhor Filme no Cinemalaya Independent Film Festival. Este filme obteve também o prémio para Melhor Ator, que distingue o desempenho de Dante Rivero.

O prêmio para o Melhor Realizador desta seção foi para a cineasta americana Christina Choe pelo seu belo trabalho em “Nancy”, seu primeira longa-metragem.

Balint Hegedûs e Károly Uji Mészáros faturaram o prêmio de Melhor Argumento pelo filme “X – The eXploited” (Hungria).

Já o de Melhor Atriz foi atribuído às atrizes filipinas, Ai-Ai de las Alas, pela sua atuação em “School Service”, e a Ina Raymundo, pelo desempenho em “Kuya Wes”.

“THE WITCH: PART 1 – THE SUBVERSION”, DO SUL-COREANO HOON-JONG PARK VENCE A SECÇÃO ‘ORIENT EXPRESS’

Na seção ‘Orient Express’, o vencedor foi o filme sul-coreano “The Witch: Part 1 – The Subversion”, de Hoon-Jong Park (o argumentista de “I Saw The Devil”, que ganhou o Orient Express em 2011) sobre uma estudante com amnésia à procura da sua identidade.

Nesta seção, o Prêmio Especial do Júri foi para “School Service”, de Louie Lagdameo Ignacio, sobre uma menina de uma aldeia remota que é raptada no caminho para a escola por um bando de bandidos que gerem uma rede de pedintes em Manila.

OUTROS PRÊMIOS

O Prêmio do Público foi para o documentário americano “The Panama Papers”, do realizador britânico Alex Winter, sobre a descoberta do escândalo financeiro da trilionária rede mundial de evasão de impostos que envolve políticos, financeiros e celebridades de todas as áreas.

O Prêmio da Crítica foi atribuído ao filme indiano “Painting Life”, de Biju Kumar Damodaran, sobre uma equipe de filmagem de Bollywood que vai para uma aldeia remota dos Himalaias para filmar uma sequência de dança e ali fica isolada por chuvas torrenciais e deslizamentos de terras, sem electricidade ou comunicações, à mercê das forças da natureza.

“THE HEAD HUNTER”, GANHA O PRÉMIO DE CINEMA PORTUGUÊS DO FANTASPORTO

A co-produção luso-americana “The Head Hunter”, que foi filmada no Nordeste de Portugal, na zona de Bragança, dirigida por Jordan Downey, é o vencedor do Prêmio Cinema Português do Fantasporto´2019. O filme segue o percurso de um caçador de recompensas medieval que procura vingar-se de um monstro responsável pela morte da sua única filha.

A ETIC – Escola de Tecnologias Inovação e Criação, de Lisboa, venceu o Concurso Entre Escolas realizado no âmbito do Prémio Cinema Português. A Menção Especial-Criatividade foi atribuída pelo júri ao filme “Cinzas” de Célia Fraga, da Escola Superior Artística do Porto.

CONFIRA A LISTA DOS VENCEDORES DO FANTASPORTO 2019

GRANDE PRÉMIO MELHOR FILME -FANTASPORTO 2019

(Best Film Award Fantasporto )

LAST SUNRISE- WEN REN – CHINA

PRÉMIO ESPECIAL DO JURI

(Jury’s Special Award)

IN FABRIC – PETER STRICKLAND- UK

for the level of originality

MELHOR REALIZAÇÃO

(Best Direction)

JULIAN RICHARDS for REBORN – USA and  DADDY’S GIRL-USA

MELHOR ATOR

(Best Actor)  

CHRISTOPHER RYGH in THE HEAD HUNTER (USA/PORT)

MELHOR ATRIZ

(Best Actress)

GEORGIA CHARA in LIVING SPACE- AUSTRALIA

MELHOR ARGUMENTO 

(Best Screenplay) 

RODRIGO ARAGÃO for A MATA NEGRA (BRAZIL)

MELHORES EFEITOS ESPECIAIS 

(Best Visual Effects)

HIS MASTER’S VOICE – GYORGY PALFI (HUNGARY)

MELHOR CURTA-METRAGEM FANTASPORTO 

(Best Short Film)

MY FIRST TIME – ASAF LIVNI (ISRAEL)

SPECIAL MENTION OF THE FANTASY JURY:

THE FARE – D.C.HAMILTON (USA)

28ª SEMANA DOS REALIZADORES /OFFICIAL DIRECTORS WEEK AWARDS

Prémio Manoel de Oliveira /Manoel de Oliveira Award

O Júri Internacional da 29ª Semana dos Novos Realizadoresdo Fantasporto decidiu atribuir:

The International Jury of the  29th Directors Week –Fantasporto  has decided to grant the following awards:

PRÉMIO MELHOR FILME SEMANA DOS  REALIZADORES 2019

(Directors Week Best Film  Award) 

Werewolf– Adrian Panek – 88’- Polónia/Alem/Hol

PRÉMIO ESPECIAL DO JURI SR

(Directors Week Jury’s Special Award) 

Waiting for Sunset– Carlo Catu – 90’ Filipinas

MELHOR REALIZADOR SR

(Directors Week Best Director Award)

Nancy – Christina  Choe- 85’ – EUA /USA

MELHOR ARGUMENTO SR

(Directors Week Best Screenplay Award)

Bálint Hegedus and Karoly Meszáros  –  X-The Exploited – Hungary

MELHOR ACTOR SR

(Directors Week Best Actor Award)

Dante Rivero – Waiting for Sunset– Filipinas/ The Phillipes

MELHOR ACTRIZ SR

(Directors Week Best Actress Award)

EX- AEQUO:

Ai-Ai de Las Alas–  School Service– Filipinas

Ina Raymundo – Kuya Wes – Filipinas

OFFICIAL COMPETITIVE SECTION ORIENT EXPRESS 2019

MELHOR FILME OE

(Best Film Orient Express)

The Witch: Part 1- The Subversion– Hoon-Jung Park  – Coreia do Sul 

PRÉMIO ESPECIAL OE

(Special  Jury Award Orient Express)

School Service – Louie Ignacio Lagdameo- Filipinas 

PRÉMIO CINEMA PORTUGUÊS | PORTUGUESE FILM AWARD 2019

MELHOR FILME PORTUGUÊS 2019

(Best Portuguese Film Award)

THE HEAD HUNTER – JORDAN DOWNEY  –  EUA/PORT

MELHOR ESCOLA DE CINEMA PORTUGUESA 

(Best Film School Award)

ETIC/EPI

Menção Especial do Juri para filme de Escola (Criatividade )

(Special Mention for Creativity)

CINZAS – CÉLIA FRAGA – ESAP

PRÉMIOS NÃO OFICIAIS

PRÉMIO DA CRÍTICA

(Critics Award)

PAINTING LIFE – BIJU KUMAR DAMODARAN- ÍNDIA

PRÉMIO DO PÚBLICO

(Audience Award)

THE PANAMA PAPERS- ALEX WINTER – USA

Avatar

Publicado por Raquel Gandra

Raquel é uma menina de muitos interesses. Dessas de olhos grandes e pés flutuantes. Na vida burocrática do dia a dia, trabalha com edição de vídeo e fotografia. Seu sonho é conhecer todas as pessoas divertidas do mundo e aprender um pouco com cada uma delas em paisagens diferentes como panos de fundo. E também fazer filmes que encham as pessoas de calor ou confusão interna.