em ,

Curtos: Sunny Lane (dir. Karim Aïnouz)


Sinopse

O passado e o futuro de Berlim pela visão de uma pessoa de fora – nada mais que a verdade nua e crua de alguém marcado pela vida e pela saudade.

O que temos a dizer:

Aproveitando o fato de estarmos no meio do Festival de Cannes e o diretor cearense Karim Aïnouz ter apresentado seu novo filme, O Abismo Prateado, recebendo muitos elogios da crítica, pensamos em mostrar aqui outra de suas obras recentes, o curta Sunny Lane.

Karim, que se divide entre a Alemanha e o Brasil, criou um ensaio fílmico sobre a cidade de Berlim, antes e depois da queda do muro que separava o lado oriental e o ocidental. Através de imagens de câmeras super 8, sons do ambiente e algumas poucas informações, Sunny Lane – referência à rua Sonnenallee, próxima ao muro – é uma meditação que toma como fio narrativo a última pessoa assassinada por tentar cruzar o muro, em 1989, meses antes de sua queda.

São belas imagens de áreas com pouco apelo turístico, mas de grande importância para a história do século XX, editadas sem uma grande produção, apenas contemplação e a busca por um sentimento. Obviamente, se parece mais com uma video-arte, mas não é só de narrativas que vivem os curta-metragens. Um prato cheio para quem, como eu, aprecia muito as imagens em 8mm.

[xrr rating=3.5/5]

Título: Sunny Lane
Duração: 14:28m
Realizador: Karim Aïnouz
Produtora: DETAiLFILM
Ano: 2011

Participe com sua opinião!

Navegante

Publicado por Henrique Amud

Ultralafa: A Crônica em Arte Seqüencial

Preview de Cinema: Horrible Bosses