Ambrosia Filmes Duas Caras morreu mesmo em O Cavaleiro das Trevas

Duas Caras morreu mesmo em O Cavaleiro das Trevas

É o que garantiu o ator Aaron Eckhart, o excelente Duas Caras de O Cavaleiro das Trevas, em entrevista ao site Comming Soon, o que sinceramente é uma pena, já que o final deixou a impressão que o personagem morto seria apenas Harvey Dent e não o vilão Duas Caras.

“Ele está morto como um prego em uma porta”, confirma Eckhart. “Eu fiz essa pergunta ao Chris (Nolan) e ele me respondeu ‘Você está morto’ antes mesmo que eu pudesse terminar de dizer a resposta.”

Ainda no artigo original, Eckhart revelou que Heath Ledger era quem estava previsto para continuar na franquia e que acredita que existem diversos outros personagens melhores que o Cavaleiro Branco de Gotham para se explorar no terceiro filme. As declarações do ator finalizam então a interminável discussão sobre a morte do Duas Caras no final de O Cavaleiro das Trevas. Agora que continuem os rumores sobre os próximos vilões.

Meu voto é para a Angelina Jolie, ainda mais depois da morte da “namorada” do Bruce em O Cavaleiro das Trevas.

20 COMENTÁRIOS

  1. Voltando aos possiveis inimgios do Batman para um próximo filme:Um vilão com um drama muito triste e mal explorado do Bats é o
    Man-Bat. Ele tem essa coisa meio parecida com o Lagarto do Aranha. se explorasse bem essa coisa médico e monstro do personagem ficaria bem legal, apesar de sair do tom realista do Nolan. Lady Shiva é minha personagem favorita que entrou pra galeria de vilões ambíguos do Batman em meado anos 90. A maior artista marcial de todos é uma mulher imprevisivel e caótica mas cheia de honra e disciplina. Enfim, mas isso de repensar os vilões originais do Morcego, como se deu no primeiro filme de forma razoável e no segundo de forma magistral é encantador. Charada, Penguim, Mulher-Gato… Da animação Bruce Timm eu gosto muito do Scar Face (Não ponha palavras na minha boca) , mas teria que ser um boneco muito assustador pra funcionar, pois cairia no risco de ficar patético. O Cara de Barro, Senhor Gelo, Croc… Muito complicados de se adaptar, mas enfim. Não gosto muito dos novos personagens que os anos 90 trouxeram (Bane, Azrael, Cara de Barro IV…). Só o Ceifador, vilão do Ano 2 , que eu acho bacana, especialmente a versão feminina reformulada no desenho do Bruce Timm. E meter uma Harlequina sem um Coringa é meio estranho. Sem querer bancar o profeta, sinceramente, acho qu a redenção do Bats do Nolan , caçado pela polícia me aponta a um desfecho: O surgimento de uma personagem que humanize o Cavaleiro das Trevas. Precinto a chegada de um Robin por ai. Tomara que se minha intuição for correta, que continuem acertando a mão.

  2. Voltando ao assunto original, acho que seria interesante não matar os vilões nos filmes. Vejam o primeiro filme do Batman e do Homem Aranha, o vilão mais clássico, o arqui-inimigo, o vilão que todos adoram, morre no primeiro filme.
    Eu não sei vocês, mas eu gostei de ver o Espantalho fazendo uma pontinha no The Dark Knight. Acho que manter os vilões vivos é uma boa, pois vc constroi o cenário mais parecido com os quadrinhos. Uma cidade cheia de vilões.
    Além do que, uma coisa que eu aprecio, é o que a Marvel está fazendo com Homem de Ferro, e O incrivel Hulk, é interligar os filmes, fazer com que passem no mesmo universo.
    Se fizerem o novo filme do Superman (que pelo que li, será um recomeço da história), podiam citar a existência. Não precisa ter um encontro, mas um “algo mais” que indique que os filmes acontecem na mesma realidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

próxima publicação