em , ,

Entenda como ‘Han Solo’ pode ter conexão com ‘Obi Wan’ (com spoilers)

Quem assistiu a “Han Solo: Uma História Star Wars” ficou surpreso com uma certa participação especial. Só que dificilmente esse foi um simples fan service. É muito provável que tenhamos tido uma pequena prévia do spin off de Obi Wan Kenobi. Leia o texto abaixo, e alertamos mais uma vez para os SPOILERS. Se você ainda não conferiu o filme, volte depois de assistir, ou siga por sua conta e risco.

No final de “Han Solo: Uma História Star Wars” vemos a aparição de Darth Maul em holograma para a personagem Qi’ra (Emilia Clarke). Foi uma grande surpresa, pois esperava-se uma participação de Jabba ou Bobba Fett na trama. O sith, que foi partido ao meio por Obi Wan Kenobi ao final de “A Ameaça Fantasma”, deveria ter morrido, certo?


Quem acompanhou “Clone Wars” e agora acompanha “Rebels” sabe que ele “voltou” dos mortos, pois sobreviveu ao ferimento e entrou em exílio nos Territórios da Orla Exterior. Lá, ele ganhou um conjunto de seis pernas parecidas com as de uma aranha, permitindo-o andar novamente.

Posteriormente foi encontrado por seu irmão, Savage Opress, e levado à sua mãe, que lhe deu pernas robóticas. Ele se uniu ao irmão e se tornou um lorde do crime, jurando vingança aos jedi e aos sith.

Ficamos sabendo no final de “Han Solo” que Crimson Dawn é apenas mais um sindicato que presta contas à Darth Maul. Antes era Dryden Vos (Paul Bettany) quem respondia diretamente ao sith. Com a morte dele, Qi’ra assumiu esse posto.

Essa é a ponte entre os dois spin offs. É sabido que o plano da Disney para Star Wars é o mesmo estabelecido para a Marvel Studios: um universo compartilhado. Isso fica claro com os livros e HQs lançados, todos fortemente conectados aos filmes. E os derivados também se ligam aos filmes da saga em pequenos detalhes. O rastreamento de hiperespaço, um dos elementos nevrálgicos da trama de “Star Wars: Os Últimos Jedi”, já havia sido mencionado em “Rogue One”.

Quando Jyn Erso e Cassian Andor invadem a base em Scarif, eles encontram, além dos planos da estrela da morte, uma série de projetos e um deles é o “rastreamento no hiperespaço”. O dispositivo permitiria que a Primeira Ordem encontrasse a nave da Resistência mesmo depois de saltar no hiperdrive. Isso motivou a missão de Finn e Rose. Já em Han Solo, conhecemos melhor os dados da sorte, um adereço pouco percebido na Millenium Falcon na trilogia clássica, mas que teve um certo destaque em “Os Últimos Jedi”.

Daí, a aparição de Darth Maul certamente é um aceno para o filme de Obi Wan, e não para um próximo Han Solo. No cânone, o sith e o jedi têm um novo embate em Tatooine. Possivelmente, até mesmo Qi’ra pode fazer um cameo, uma vez que ela tem ligação com o vilão.


Por ora, o que se sabe é que Obi Wan tem estreia prevista para 2020 e Bobba Fett também ganhará seu derivado. Han Solo está em cartaz e em dezembro de 2019 chega Star Wars: Episódio IX, que encerrará o arco dos Skywalkers no cinema.

Deixe sua opinião

Publicado por Cesar Monteiro

Filmes com a fotografia incrível

Conheça a sinopse de Malévola 2