em ,

Morre a atriz Debbie Reynolds

Mais um duro golpe no mundo do cinema nessa semana. Dois dias depois da morte de Carrie Fisher, faleceu em Beverly Hills Debbie Reynolds, a mãe da atriz de “Star Wars”, aos 84 anos. Debbie ficou eternizada no filme Cantando na Chuva, em que fazia par com Gene Kelly.

Nascida Mary Frances Reynolds, iniciou sua carreira em concursos de beleza. Dali para Hollywood foi um pulo. Ganhou um contrato com a Warner e um papel secundário no filme June Bride, de 1948. Cantando na Chuva foi seu maior sucesso, mas a indicação ao Oscar veio com A Inconquistável Molly, de 1964.

Cantando na Chuva

Debbie Reynolds pertence à chamada última geração da era de ouro de Hollywood. Formava com o cantor Eddie Fisher o casal mais badalado do showbiz. Tudo parecia um conto de fadas até que ele decidiu largar Debbie para engatar um romance com Elizabeth Taylor.

Eddie Fisher, Debbie Reynolds e Carrie Fisher com 3 meses de idade

Com o passar dos anos, Debbie foi ficando cada vez mais à sombra de sua filha famosa. Uma ironia, pois, se antes de Star Wars Carrie Fisher era a filha de Debbie Reynolds, para as novas gerações Debbie é que é a mãe da Princesa Leia. A relação entre mãe e filha foi conturbada por vários anos. Carrie destacou essa relação em sua autobiografia romanceada “Lembranças de Hollywood”, que ganhou adaptação cinematográfica estrelada por Meryl Streep (que concorreu ao Oscar pelo papel) e a veterana Shirley MacLaine.

Debbie Reynolds sofreu um acidente vascular cerebral enquanto preparava o velório da filha. Levada às pressas a um hospital de Beverly Hills, veio a óbito às seis da tarde (hora local, meia noite hora de Brasília). Seu último papel de destaque foi no telefilme da HBO Behind the Candelabria, de 2013. Ela interpretava Frances Liberace, mãe do pianista excênctrico Liberace, vivido por Michael Douglas.

Deixe sua opinião

“Invasão Zumbi” dosa terror e drama nas doses certas

Ricky Harris in memoriam