1366 2000 2

O Homem do Norte: a antiga história nórdica que inspirou o filme épico

As adaptações mais ou menos implícita de Hamlet foram centenas: de Akira Kurosawa a O Rei Leão, não são poucos os que quiseram deixar sua visão de Shakespeare na telona. No entanto, embora tenha sido associado, O Homem do Norte (The Northman)não é apenas mais uma versão. E é que Robert Eggers realmente se inspirou na lenda nórdica em que William Shakespeare já tomou como ponto de partida: o mito de Amleth, que, como você sabe, é o protagonista do filme. E o filme não foi um aceno para o autor inglês. Vai mais longe.

Ser ou não ser viking

Já se passaram mais de quatro séculos desde a estreia de Hamlet, mas na realidade o dramaturgo se inspirou numa lenda antiga que alguns acreditam ser anterior ao século X. Um poema nórdico antigo baseado na tradição oral que não sobreviveu até nossos dias.

Se quisermos ler a versão mais antiga teremos que ir à Gesta Danorum de Saxo Grammaticus, um historiador dinamarquês que viveu no século XII, mais especificamente ao conto Vita Amlethi.

Nesta versão, Amleth é filho de Gerutha (filha, por sua vez, do rei da Dinamarca) e Horvendill, um viking que acaba de matar o rei da Noruega. No entanto, o irmão de Horvendill, Feng, o mata por ciúmes e se casa com Gerutha. Amleth decide fingir loucura para não sofrer o mesmo destino que seu pai, mas depois de conseguir escapar de algumas das armadilhas de Feng, ele é enviado para o Reino de Mércia com dois assistentes e alguns tabuletas informando que o rei deve matá-lo.

Mas sabemos como é a burocracia: Amleth modifica as tabuinhas para dizer que o rei deve matar seus servos. Além disso, se casa com a princesa de Mércia. Um ano depois, retorna à Dinamarca, onde acredita-se que tenha morrido. É o melhor momento para executar sua vingança e assassinar Feng, sendo proclamado rei logo em seguida.

Seu sogro, jura vingança contra Amleth pela morte de Feng, mas em vez de matá-lo, ele decide deixar Hermuthruda fazer isso, uma rainha escocesa que matou todos os seus pretendentes. Mas em vez de derrubá-lo, ela se apaixona por ele, e Amleth acaba com duas esposas. Finalmente, é Wiglek, o sucessor real do rei da Dinamarca, que o assassina e, a propósito, se casa com Hermuthruda.

1366 2000 3

Robert Eggers e o épico viking

Não é que a história tenha nascido aqui do nada: o próprio Saxo foi inspirado na ‘Saga de Hrolf Kraki’ , um mito escandinavo, e na lenda romana de Brutus, porque no final a arte, faz com quem obras se inspirem umas às outras. E foi isso que Robert Eggers fez, pegando daqui e dali para montar seu épico. Amleth é baseado em uma versão perdida muito anterior que teria sido escrita em islandês antigo, e havia até uma narração verbal antes dela. E temos algo que parece mais antigo.

O que teremos é uma versão em que alguns elementos-chave foram deixados de lado (a loucura) em favor de uma visão mais focada nos épicos vikings, uma obsessão desde que o diretor visitou a Islândia em 2016 com sua esposa, Alexandra Shaker. No momento, vamos aguardar sua estreia para conferir.

1366 2000 4

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ant.
Museu da Língua Portuguesa celebra o Dia Internacional da Língua Portuguesa de 5 a 7 de maio
Agenda cultural Ambrosia Museu da Lingua Portuguesa programacao cultural Daniel Kersys 2

Museu da Língua Portuguesa celebra o Dia Internacional da Língua Portuguesa de 5 a 7 de maio

O Museu da Língua Portuguesa celebra o Dia Internacional da Língua Portuguesa (5

Próxima
Otto lança Canicule Sauvage
otto novo disco lancamento novidades musica revista ambrosia

Otto lança Canicule Sauvage

As teclas abrem terreno, acompanhadas diretamente por percussão, baixo e

Você pode gostar