em ,

“The Dark Side Of The Moon” do Pink Floyd sincronizaria com “Star Wars: O Despertar da Força”

Lembram-se daquela lenda urbana de que o álbum do Pink Floyd “The Dark Side Of The Moon” seria a trilha sonora de “O Mágico de Oz”? Agora parece que o clássico de 1973 se encaixa em outro filme, o grande sucesso “Star Wars: O Despertar da Força”.

De acordo com o site Reddit, três audições consecutivas do álbum, iniciadas logo após à subida do letreiro no início do filme, surtem um efeito de sincronização quase perfeito.

“Floyd Wars” ou “Dark Side Of The Force”? Aqui vão alguns exemplos (alerta de spoilers)

– Quando Poe Dameron (Oscar Isaac) acorda na câmara de tortura do Kylo Ren (Adam Driver), letra de “The Great Gig in the Sky” diz, “Eu não tenho medo de morrer / A qualquer momento vai fazer”, e clássico grito da canção acontece exatamente assim que Poe abre sua própria boca.

– “Time”, música que confronta o conformismo e a apatia do cidadão médio, toca enquanto assistimos ao repetitivo cotidiano da vida de Rey (Daisy Ridley) catando eletrônicos velhos.

– Na letra de “Us and Them”, a frase “E depois de tudo, nós somos apenas homens comuns” é cantada logo que Finn (John Boyega) diz a Rey que combatentes da Resistência parece com ele. “Alguns de nós”, diz ele. “Outros são diferentes.”

– Duas vezes durante a frase “Mantenha as mãos da minha pilha” em “Money”, alguém agarra um sabre de luz: Primeiro, é Rey tomando conta de Luke Skywalker (Mark Hamill), então Han Solo (Harrison Ford) agarrando o de Kylo.

– “Us and Them” novamente sincroniza com a batalha de Batalha de Takodana. Como Finn examina o campo de batalha, as letras vão, “só Deus sabe / Não é o que nós escolheríamos para fazer.” Então, quando David Gilmour diz, “Black”, a câmera focaliza Finn receber sabre de luz de Luke. Assim como quando Gilmour diz “Blue”, Finn acende a lâmina azul.

– Na dramática cena em que Kylo mata seu pai, a câmera focaliza direito sobre Han Solo com as letras: “Eu nunca disse que eu estava com medo de morrer” são ouvidas.

– Durante a luta final do Kylo e Rey, o “nós e eles” da letras segue, “preto e azul / Quem sabe qual é qual e quem é quem”, que pode se encaixar no conflito entre ir para o lado escuro ou ficar com a Luz lateral da Força.

– “Brain Damage”, afirmam, encaixa-se com a cena final do filme quando Rey segue o seu caminho em direção ao paradeiro de Luke: “O lunático está na grama / Lembrando jogos, e as cadeias de margarida e ri / Tem que manter os malucos no caminho.”

Pode até parecer um pouco de loucura de fãs, mas vale à pena dar uma conferida assim que o filme sair em DVD e fazer o tira-teima.

Participe com sua opinião!