em

A falta de segurança na PSN e outras redes sociais

Os usuários da PSN, a rede social da Sony para seus consoles PS3 e PSP está fora do ar desde o dia 20 de abril, ou seja, uma semana, graças à invasão de seus servidores por um ou mais hackers que além de derrubar a rede, conseguiram adquirir dados sigilosos dos usuários, como este comunicado lançado pela empresa na data de hoje atesta. Com isto, 77 milhões de usuários da rede podem ter sido expostos a pessoas que poderão usar seus dados indiscriminadamente. A Sony pediu inclusive a seus usuários que faziam compras na rede, que entrassem em contato com operadoras de cartão de crédito para que seja aumentada a segurança de suas transações futuras.

Além deste problema, outras redes como Facebook e Orkut já tiveram diversas situações em que os sites foram tirados do ar devido a estas falhas de segurança em aplicativos, chats, entre outros. A maior concorrente da PSN, a XBox Live da Microsoft também já foi vítima de ataques há algum tempo. Todas estas situações afetam diretamente o usuário, mas, acima de tudo, afetam a relação de confiança que existe entre as empresas e os consumidores que se embrenham naquele ambiente virtual buscando uma nova interação e novas experiências, seja em termos de jogos, seja em termos sociais.

A perda da confiança é um ponto que deve ser levado em conta pois, como os usuários sabem bem, redes sociais que são sujeitas à ataques e tem seus servidores derrubados à toda hora acabam por morrer prematuramente pela falta de membros, que acabam migrando para outros locais. Para muitos, a onda de redes sociais no Brasil começou com o Orkut, mas antes disto, havia o MiRC. Para quem se lembra, o MiRC era uma espécie de comunicador nos moldes do ICQ e MSN que acabam por fazer pessoas de várias cidades se encontrarem em salas de bate papo, chamados canais, com temáticas como cidades, filmes, etc.

O MiRC porém, era extremamente vulnerável à ataques e não era incomum uma situação em que alguém conseguia invadir a máquina de usuários usando os backdoors do programa. Juntando-se a isto, a internet evoluiu, criando novos meios, mais seguros até então, de se comunicar e o MiRC acabou ficando no passado. O Orkut veio e foi uma febre que dura até hoje, porém, o servidores do site não aguentavam o volume de processamento de dados e por diversas vezes, acabavam ficando off-line, deixando os usuários à ver navios.

Outro caso bastante divulgado foi quando contas de World of Warcraft foram hackeadas usando-se de phishing e spams, permitindo que os hackers roubassem as contas, com itens e dinheiro nelas. Pode parecer estúpido, mas muito dinheiro corre nestes jogos virtuais e muita gente perdeu e ainda perde dinheiro desta forma. O seriado Big Bang Theory até fez piada com isto em um episódio em que Sheldon perde seus itens após ter sua conta roubada.

A questão toda é que, por diversas vezes houve falhas de segurança nesta e em outras redes de jogos e isso acaba por criar um clima de desconfiança, sem contar em danos que os usuários podem vir a sofrer por ter dados sigilosos como senha e login caindo nas mãos de terceiros mal intencionados. Há um certo prazer no ato de conseguir quebrar um sistema de segurança que faz com que hackers, crackers e outros façam de tudo para poder ser os primeiros a invadir tal sistema, deixando sua marca para o mundo todo ver. Um exemplo recente é o de George Hotz, que desbloqueou tanto o IPhone quanto o PS3, deliciando-se na fama instantanea que conseguiu com isto. Há dinheiro envolvido e muito pois a guerra corporativa toma novas formas a cada dia, mas pouco se duvida que o ato que derrubou os servidores da Sony dia 20 passado foi meramente para, além de roubar dados dos usuários, ficar famoso na hora em que for descoberto.

Ainda assim, pensa-se nas milhares, senão milhões de crianças que tem um PS3 ou PSP em suas casas, que precisam da rede para jogar com os amigos, nesta mais nova evolução do entretenimento. Sem PSN, qual a solução? Partir para a Live, que já foi vítima de ataque de hackers no passado recente? E os outros tantos assinantes do Netflix, usado para assistir filmes em casa, sob demanda, sem ter que comprar um DVD, visto por muitos como o começo do futuro da distribuição de filmes após o desaparecimento das mídias físicas? Muita gente pode muito bem pensar que Netflix e PSN são uma coisa só e abandonar o formato em razão da falta de confiança.

Em verdade, este último ataque foi a demonstração cabal de que muito deverá ser feito para que haja uma rede totalmente segura e que possa previnir ataques como este no futuro, trazendo a confiança de volta aos usuários, afinal, se cada vez que uma rede como PSN ou Live for atacada e os usuários tiverem que ficar correndo atrás de prejuízo, Sony e Microsoft terão muito mais com que se preocupar do que apenas os hackers.

2 opinaram!

Deixe sua opinião!
  1. E agora que estão começando a surgir jogos com mensalidade, fica mais sério deixar o usuário sem acesso. Como fica o pessoal que paga mensalmente pra jogar DC Universe Online e está há quase 10 dias sem conseguir jogar?

Participe com sua opinião!