em ,

Muito além da Ásia: conheça os melhores competidores europeus dos eSports

No mundo dos esportes eletrônicos, os jogadores asiáticos muitas vezes dominam. Chineses como fy (Xu Linsen) e Somnus “Maybe” (Lu Yao) e coreanos como Faker (Lee Sang-hyeok) e Duke (Lee Ho-seong) são alguns dos asiáticos que brilham em seus respectivos jogos e tomam conta da cena internacional. No entanto, há vários europeus que fazem bonito e alavancam o status dos eSports no Velho Continente.

Abaixo, fora de ordem, listamos alguns dos melhores competidores da Europa nos eSports com base no histórico e premiação em grandes torneios.

Kuro “KuroKy” Takhasomi

Muito além da Ásia: conheça os melhores competidores europeus dos eSports | Etc. | Revista Ambrosia

O alemão segue no topo dos esportes eletrônicos quando o assunto é premiação. Com mais de US$ 4 milhões conquistados na carreira, ele continua como um dos estandartes do game Dota 2. Conhecido como “KuroKy”, o alemão começou sua trajetória profissional em 2008.

Jogando pelo Team Liquid desde 2015, KuroKy já fez parte de várias conquistas importantes, como China Dota2 Super Major (2018), The International (2017), EPICENTER (2016 e 2017) e muitas outras.

Johan “N0tail” Sundstein

Muito além da Ásia: conheça os melhores competidores europeus dos eSports | Etc. | Revista Ambrosia

Mais um competidor do Dota 2, o dinamarquês de 25 anos é o capitão da OG e está no time desde 2015. Conhecido como “N0tail”, ele tem um histórico impressionante e mais de US$ 3,5 milhões conquistados na carreira.

Entre algumas suas maiores conquistas, N0tail tem no currículo Frankfurt Major (2015), Manila Major (2016), Boston Major (2016), Kiev Major (2017) e The International 2018).

Olof “olofmeister” Kajbjer

Muito além da Ásia: conheça os melhores competidores europeus dos eSports | Etc. | Revista Ambrosia

Kajbjer pode não ser o mesmo de outros tempos, mas o sueco veterano de 27 anos tem história marcada no CS: GO. Atualmente jogando pela FaZe Clan, ele conta com uma trajetória espetacular que o coloca entre os mais icônicos do game.

O sueco teve o auge da carreira entre 2014 a 2016, quando venceu grandes competições como ESL One Katowice, ESL One Cologne, ESL Expo Barcelona, Intel Extreme Masters Season X e várias outras.

No ano passado, o site sportskeeda fez uma lista com os 10 melhores jogadores de CS: GO de todos os tempos e Kajbjer ficou com a honrosa terceira colocação.

Oleksandr “s1mple” Kostyliev

Muito além da Ásia: conheça os melhores competidores europeus dos eSports | Etc. | Revista Ambrosia

Se Kajbjer é listado como um dos três melhores de todos os tempos, Kostyliev também está na prateleira de cima. Segundo o site Dot Esports, o ucraniano foi o melhor jogador da última temporada.

“O prêmio de melhor do ano vai para a estrela ucraniana. Seria um desaforo colocar nas mãos de outra pessoa. Mesmo quando seu time perdia, ele ganhava o prêmio de MVP devido a grandes apresentações. Tudo isso acompanhando de muita humildade e respeito”, escreveu Jamie Vilanueva do Dot Esports.

Kostyliev ganhou seis medalhas no ano passado e com 21 anos ele é a referência do time Natus Vincere. Entre os maiores títulos da carreira, estão o BLAST Pro Series: Copenhagen 2018, ESL One: Cologne 2018, CS: GO Asia Championships 2018 e outros.

Além disso, Kostyliev começou a temporada com tudo vencendo o StarSeries & i-League CS:GO Season 7 e abocanhando o maior prêmio individual da carreira (US$ 250 mil).

Nicolai “dev1ce” Reedtz

Muito além da Ásia: conheça os melhores competidores europeus dos eSports | Etc. | Revista Ambrosia

O mesmo site (sportskeeda) que colocou Kajbjer como terceiro maior jogador de CS: GO de todos os tempos põe Nicolai “dev1ce” Reedtz logo atrás na quarta colocação.

O dinamarquês nascido em 1995 é um dos jogadores mais bem-sucedidos da história dos esportes eletrônicos. Com mais de US$ 1.4 milhão conquistados na carreira, ele vive uma excelente fase.

O Dot Esportes colocou Reedtz como o segundo melhor jogador da última temporada. Com o time Astralis, ele venceu o total de sete medalhas e brilhou com um sangue frio impressionante em situações de pressão.

Nikola “NiKo” Kovac

Muito além da Ásia: conheça os melhores competidores europeus dos eSports | Etc. | Revista Ambrosia

O bósnio Kovac impacta a cena mundial do CS: GO há alguns anos e mesmo com a pouca idade (21 anos) já mostrou que tem sangue frio de sobra para lidar com momentos difíceis. Com uma grande mira, ele já aparece como um dos jogadores mais bem-sucedidos da história.
Estrela da FaZe Clean, desde 2017 o bósnio é uma das personalidades mais impactantes do jogo e sua evolução parece contínua.

Christopher “GeT_RighT” Alesund

Muito além da Ásia: conheça os melhores competidores europeus dos eSports | Etc. | Revista Ambrosia

Impossível realizar uma lista dos melhores jogadores europeus e não mencionar Alesund. O sueco é amplamente colocado no panteão dos eSports e tem um currículo de colocar inveja em qualquer um.

Eleito o melhor do mundo duas vezes (2013 e 2014), Alesund tem um legado que dificilmente será esquecido no cenário dos esportes eletrônicos. Jogando pela Ninjas in Pyjamas, ele ainda tem gasolina para queimar mesmo aos 28 anos.

Bônus: alguns do passado

A tradição dos jogadores europeus vai bem além dos dias contemporâneos. Logo no início da década de 2000 vários se destacaram no cenário mundial e abriram as portas para muitos outros.

Uma dessas primeiras estrelas europeias foi Bertrand Grospellier. Conhecido como ElkY, no StarCraft ele teve uma carreira recheada de conquistas no início da década de 2000.

Muito além da Ásia: conheça os melhores competidores europeus dos eSports | Etc. | Revista Ambrosia

Atualmente, ElkY é uma das estrelas do poker mundial, mas nem sempre foi assim. Antes de iniciar sua carreira nas cartas, o francês dominava no StarCraft e chegou a morar na Coreia do Sul para maximizar seu potencial nos eSports. Além disso, ElkY usa algumas de suas características dos eSports para o poker — como a capacidade de jogar sob pressão, algo tão valioso nas cartas.

Emil “HeatoN” Christensen é outra lenda que merece ser mencionada. Já incluído no Hall da Fama dos eSports, o sueco se consolidou como um dos mais populares de todos os tempos. Ele fundou a NiP em 2001 e brilhou nos torneios internacionais no início da última década.

Em sete anos como profissional, ele ganhou títulos como CPL Winter 2001 e a GameGune 2005 pela NiP, as CPLs Summer 2002 e 2003, a CPL Winter 2003 e WCG 2003 pela SK.

Deixe sua opinião

Publicado por Redação

O Anime mais incrível de TODOS!

Florence + the Machine lança música para última temporada de Game of Thrones