em , ,

TopTop

Livro traz biografia de Henrique Lage, um dos grandes industriais brasileiros

Clóvis Bulcão faz uma análise do período entreguerras no Brasil através da biografia de um dos tycoons da indústria nacional no século XX: Henrique Lage.

Henrique Lage é um grane nome da história empresarial e do empreendedorismo nacional. Quando o Estado brasileiro só tinha olhos para o café, o maior produto nacional, o empresário carioca ousou investir em carvão, aço e navios, elevando o país a outro patamar industrial.

Ele apostou na indústria carbonífera de Santa Catarina e expandiu a malha ferroviária local; construiu um porto na cidade de Imbituba; transformou a ilha do Vianna, na baía de Guanabara, em um polo industrial de ponta; e ainda construiu o primeiro navio petroleiro da América do Sul.

Além da faceta empresarial, Clóvis Bulcão apresenta Henrique Lage como um homem apaixonado: sua musa, a diva italiana da cena lírica Gabriella Besanzoni, foi uma das grandes estrelas da ópera, a Maria Callas de sua época, um sucesso nos palcos de todo o mundo. Depois de anos de cortejo, os dois se casaram e, dez anos depois, Gabriella ganhou de presente aquele que se tornaria um dos espaços públicos mais belos e mais frequentados no Rio de Janeiro: o Parque Lage, no bairro do Jardim Botânico, no Rio de Janeiro. Inaugurado como Villa Gabriella, o local ficaria famoso como um conservatório de música (hoje escola de artes) e pelas feéricas festas dadas pelo casal, com a presença de chefes de Estado e de toda a alta sociedade carioca da primeira metade do século passado.

O casal Henrique Lage e Gabriella Besanzoni

Nos percalços enfrentados por Henrique Lage, em seu caminho para o desenvolvimento da industrialização do Brasil, alguns elementos são típicos da realidade brasileira: a instabilidade econômica; as leis promulgadas hoje e desfeitas amanhã; a quase inexistência da malha ferroviária; os planos anunciados com estardalhaço e nunca realizados; os favorecimentos; os pagamentos do governo demorando bem além do pactuado; as mudanças a cada troca de governo. Mas este livro é muito mais do que uma biografia do grande industrial. Com riqueza de detalhes e pesquisa apurada, Clóvis Bulcão traça um panorama do Brasil no início do século XX.

O AUTOR

Clóvis Bulcão é historiador formado pela PUC-Rio. Nascido em Botafogo, divide seu tempo entre o magistério e a literatura. Professor do tradicional Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro, é autor de Os Guinle, além de um romance histórico e quatro livros de não ficção, incluindo Padre Antônio Vieira: um esboço biográfico (2008).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *