em ,

Os Mutantes “explicados” a partir de seus discos

Discobiografia Mutante: Discos que Revolucionaram a Música Brasileira, da jornalista Chris Fuscaldo, que tem sessão de autógrafos nesta sexta-feira, no Rio de Janeiro, conta a história da banda formada pelos irmãos Arnaldo Baptista e Sérgio Dias, Rita Lee, além de Liminha e Dinho Paes Lima, através dos seus discos

Os Mutantes são, provavelmente, a banda brasileira mais reconhecida e cultuada em todo o planeta. Suas atitudes, roupas, instrumentos e, claro, sua música, revolucionaram o cenário da MPB e conquistaram a admiração de gente como David Byrne, Kurt Cobain e Sean Lennon.

Agora, essa psicodélica história é contada través da análise, principalmente, das capas e do conteúdo de seus discos. A jornalista, pesquisadora e cantora Chris Fuscaldo, que desde pequena se tornou fã do grupo e fez a sua monografia sobre o tema, está lançando Discobiografia Mutante: Discos que Revolucionaram a Música Brasileira.

— Comecei a fazer a pesquisa em 2002, quando estava na faculdade de jornalismo. Nessa época eu era estagiária no Globo Online e meu mentor era o Jamari França. Ele fez uma ponte para eu falar com a Rita Lee. Na mesma época, tive acesso ao Sérgio Dias e, ao longo dos anos, fiz várias matérias sobre o grupo — contou Chris.

Cinquenta anos de sucesso

O aniversário de 50 anos do lançamento do primeiro disco da banda — Os Mutantes (1968) foi o gatilho para a ideia do livro.

— Em fevereiro, tive um insight de que o primeiro disco deles fez 50 anos. Escrevi tudo em dois meses. A pesquisa foi longa, mas escrever foi fácil — disse a autora.

O livro, com um texto leve e delicioso de ler, serve como uma espécie de complemento para a também ótima biografia do grupo — A Divina Comédia dos Mutantes, de Carlos Calado (editora 34) — mas abordando outros ângulos da genialidade daqueles loucos paulistas.

Vaquinha virtual

O projeto foi todo bancado através de um crowfunding (vaquinha virtual), o que deu mais liberdade para a autora, mas também aumentou os riscos da ideia nunca chegar ao papel.

— Eu pensei em levar o livro para uma editora, mas como eu me coloquei um prazo muito curto para termina-lo, preferi fazer sem o envolvimento delas — explicou.

Discobriografia ampliada

Provavelmente o maior trunfo da publicação é ampliar a discografia do grupo aos álbuns solo lançados com a participação (divulgada ou não) dos membros da banda. Assim, obras como Loki? (1975) e Hoje é o primeiro dia do resto das nossas vidas (1972), que são importantíssimos para a compreensão do legado da banda.

Os lançamentos mais recentes — de Technicolor (2000) até Fool Metal Jack (2013) — também estão incluídos, tornando o livro a obra mais abrangente já escrita sobre a música dos Mutantes.

A autora

Chris Fuscaldo é jornalista, pesquisadora e já trabalhou no jornal O Globo e na revista Rolling Stone Em 2015, fez a pesquisa do livro Rock in Rio 30 Anos e, em 2016, lançou a Discobiografia Legionária (Ed. LeYa) e, ano passado, soltou a voz no CD Mundo Ficção.

Portanto, o que não falta é experiência!

Lançamento no Rio de Janeiro

Quem quiser conhecer (e comprar) o livro e ainda ganhar um autógrafo da autora, tem a chance neste sexta-feira, no Rio de Janeiro. O lançamento da Discobiografia Mutante acontece no Sebo Baratos, na Rua Paulino Fernandes, 15 – Botafogo.

Discobiografia Mutante: Álbuns que revolucionaram a música brasileira
Livro bilíngue Português / Inglês
243 páginas
Autora: Chris Fuscaldo
Editora: Garota FM Books
Preço: R$ 80,00

Site para compra: http://chrisfuscaldo.com.br/discobiografia-mutante/

Publicado por Fernando de Oliveira (feroli)

Jornalista com passagens pelas editorias de tecnologia, cidade e cultura. Viciado em jornalismo online, cinema e, principalmente, (boa) música.

2 comentaram

Participe, deixe sua opinião!

One Ping

  1. Pingback:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comentários