em ,

Anderson Primo lança clipe de “Ocê, Oceano”

Uma brincadeira com múltiplos sentidos marca o título do novo lançamento de Anderson Primo, o performático clipe “Ocê, Oceano”. O trabalho traz a candura do povo mineiro em seus vocativos carinhosos, ao mesmo tempo que remete à grandeza do oceano, um mergulho na identidade do próprio artista.

Cantor, compositor e ator mineiro morando no Rio de Janeiro, Primo soma suas múltiplas vivências na arte e na música ao longo de quase duas décadas em seu EP de estreia. O projeto nasceu da ideia de montar um show autoral a partir de composições que Primo mantinha guardadas em gavetas físicas e digitais. Da necessidade de dar vida a esse repertório surgiu um espetáculo que rodou palcos cariocas por cerca de dois anos, onde ele refletiu suas próprias raízes.

“O EP é uma ligação de Minas com Rio, mas nadando em águas mais profundas, é a relação de você com você mesmo, o oceano dentro de você a ser explorado, descoberto, o encontro de você com seus medos, defeitos, luzes e sombras. É a sua imagem refletida numa poça d’água”, resume Anderson.

Anderson Primo lança clipe de "Ocê, Oceano" | Música | Revista Ambrosia

O artista cursou canto popular na Fundação Clóvis Salgado (Palácio das Artes), em Belo Horizonte (MG), é bacharel em Teatro pela Universidade da Cidade (UniverCidade) e licenciado pela Estácio de Sá. De intérprete, o artista se redescobre enquanto compositor e dono de suas próprias narrativas. E da experiência dando vida a canções de outrem, em projetos que mesclavam influências de bossa ao rock, do samba à MPB, ficou a habilidade e a versatilidade. E isso se reflete na canção-título e no clipe, gravado na praia de Boa Viagem e no Caminho Niemeyer, em Niterói. As locações foram escolhidas para trazer o clima etéreo e de outro planeta que a canção remete.

“É um canto-oração sobre os diversos pontos de vista e sobre o campo de energia em que vivemos, onde aquilo que você busca na vida, também está te buscando. O peixe que você pesca, espera ser fisgado por você! Usamos palmas, um som monocórdio que quase hipnotiza. Hipnose de predador! Inserimos também pífanos, que remetem ao congado mineiro e aos tambores de Minas. A canção namora com o eletrônico e transa o regional com o contemporâneo”, reflete.

O EP chegou aos serviços de streaming com produção musical do multi-instrumentista mineiro Gleison Túlio, que já produziu trilhas sonoras para novelas da Rede Globo e trabalhou com artistas como Pato Fu, Emmerson Nogueira, Tianastácia, Blitz, Wilson Sideral, 14 Bis, Marcelo D2, Barão Vermelho e Lobão. O trabalho está disponível em todos os serviços de streaming de música.

 

Anderson Primo lança clipe de "Ocê, Oceano" | Música | Revista Ambrosia

Crédito: Rafael Haranaka

 

Ficha Técnica:

Letra e música: Anderson Primo
Produção e Direção Musical: Gleison Túlio
Todos os instrumentos: Gleison Tulio
Palmas: Gleison Túlio, Thiago Diniz Figueiredo e  Anderson Primo
Design Gráfico – Márcio de Andrade
Figurino: Renato Gremião
Fotografia: Rafael Haranaka
Assistente de Fotografia: Maria Angélica Alonso
Produção Fonográfica: Anderson Primo
Direção: Thiago Rosestolato e Raul Paiva Mello
Direção de Fotografia e Cor: Rodrigo Conteville
Assistente de Fotografia: Miguel Gil
Produção: Maria D’Elia
Direção de Arte e Maquiagem: Ana Clara Iwanaga
Figurino: Renato Gremião
Coreografia: Thamyres Veras
Design Gráfico: Márcio de Andrade

Opiniões

Participe com sua opinião!

Carregando

0