em

Grandes momentos de Naná Vasconcelos

Juvenal de Holanda Vasconcelos, o Naná Vasconcelos (apelido dado pela avó) foi um dos maiores percussionistas do mundo. Esse título lhe fora dado oito vezes pela revista americana Down Beat eganhou oito vezes o Grammy. Além dos tambores, Naná também se destacava por seu talento ímpar com berimbau. Ficou conhecido por suas parcerias com Geraldo Vandré e Milton Nascimento. No exterior, colaborou com nomes como B. B. King, Jean-Luc Ponty, David Byrne, Jon Hassell, Egberto Gismonti, Pat Metheny, Evelyn Glennie e Jan Garbarek.

Também trabalhou no cinema na trilha sonora de filmes nacionais como “Pindorama”, “Chico Rei”, “Primeiro Dia” e “Quase Dois Irmãos” e internacionais como “Daunbailó”, “Procura-se Susan Deseperadamente” e “Tigrero, Um Filme que Nunca Foi Feito”. A trilha sonora do candidato ao Oscar de Melhor Animação, “O Menino e o Mundo”, também tem sua colaboração

Há 15 anos comandava a abertura do carnaval do Recife com 12 maracatus, 600 batuqueiros e o coral Voz Nagô, sempre na sexta-feira de carnaval.

A Revista Ambrosia presta sua homenagem a esse artista genial que nos deixou na manhã de ontem, aos 71 anos, vítima de um câncer no pulmão, com alguns de seus momentos em performances brilhantes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *