em , ,

Os melhores momentos do One World: Together At Home

Evento beneficente reuniu astros da música se apresentando de casa

Ontem (18 de abril) todo mundo parou para acompanhar o show beneficente One World: Together At Home, ação organizada pela cantora Lady Gaga com vários artistas apresentando músicas de suas respectivas casas. O objetivo era angariar fundos de ajuda ao combate à COVID-19.

O show foi dividido em duas partes: a mais longa (e chata, na opinião de alguns) durou seis horas (toda a tarde, no horário de Brasília) contava com seis horas de apresentações de músicos como Luis Fonsi, Killers, Sheryl Crowl, Annie Lennox, Jennifer Hudson, além de segmentos institucionais incentivando a ajuda na luta dos profissionais da saúde. A segunda parte (e muito mais legal) durou duas horas e trouxe, além da própria Gaga, pesos pesados da indústria fonográfica como Stevie Wonder, Paul McCartney, Elton John, Rolling Stones e Eddie Vedder. Abaixo selecionamos os melhores momentos do show

Annie Lennox

A diva britânica brilhou, como era de se esperar, com sua belíssima voz nesse clássico da sua banda dos anos 80, o Eurythmics, acompanhada da filha, a cantora Lola Lennox.

Paul McCartney

O ex-Beatle lembrou sua mãe, que foi enfermeira durante a Segunda Guerra Mundial, e dedicou o clássico dos Beatles ‘Lady Madonna’ a todos os profissionais da saúde.

Stevie Wonder

Sem dúvida uma das melhores performances da noite, atacando uma apresentação vigorosa de ‘Lean On Me’ e ‘Love’s In Need of Love Today’.

Elton John

Sir Rocketman tocou ‘I’m Still Standing’ no piano quintal de sua mansão com a melhor captação de áudio e vídeo do show.

Billie Joe

O líder do Green Day apresentou ‘Wake Me Up When September Ends’, faixa da ópera punk “American Idiot”. O título da música lançada em 2004 (acorde-me quando setembro acabar, em alusão aos atentados de 11 de setembro de 2001) conjuga com o sentimento de todos nós hoje, já que existe uma previsão de que a vida volte ao normal somente depois do mês 9.

Rolling Stones

Mick Jagger, Keith Richards, Charlie Watts e Ronnie Wood não poderiam ficar de fora da festa. Foram confirmados às vésperas do evento e fizeram história ao tocarem juntos, cada um de sua casa. Mas a apresentação ficou mesmo na memória pela inusitada “bateria” improvisada de Charlie Watts. Os septuagenários realizaram a melhor performance da noite com o clássico ‘You Can’t Always Get What You Want’.

Eddie Vedder

O vocalista do Pearl Jam chamou atenção por aparecer tocando órgão ao executar a faixa ‘River Cross’, do novo disco “Gigaton”.

Celine Dion, Lady Gaga, Andrea Bocelli, Lang Lang e John Legend

O número que encerrou a noite foi a canção ‘The Prayer’, executada pelo quinteto estelar. A música foi gravada por Celine Dion junto com Andrea Bocelli em 1998, e fez parte da trilha do longa de animação “A Espada Mágica – A Lenda de Camelot”, pela qual ganhou um Globo de Ouro e indicações ao Grammy e ao Oscar.

Abaixo você pode conferir cerimônia completa ou apenas o show principal.

Opiniões

Participe com sua opinião!

Carregando

0