em

Soul rock de Alabama Shakes promete sacudir a temporada

Nova candidata a diva soul na área: ela se chama Brittany Howard e assume os vocais e a guitarra da banda Alabama Shakes. O quarteto formado em Athens, no estado do Alabama, conta ainda com Heath Fogg (guitarra), Zac Cockrell (baixo) e Steve Johnson (bateria) e busca na herança musical sulista os ingredientes que dão o sabor ao álbum de estréia “Boys And Girls” (Rough Trade Records/2012). A principio, a banda foi classificada como um encontro dos Back Keys com Sharon Jones, além das comparações de Brittany com a sensação do momento Adelle, mas o ideal é deixar todos esses rótulos e comparações de fora da primeira audição do disco, que traz 11 faixas sem excessos.

O soul é presença marcante na sonoridade do álbum, e o blues, o folk e o rock sulista formam a argamassa. A história da banda começou como a maioria: Brittany e Zac eram amigos de escola e se encontravam depois das aulas para escrever canções e tocar covers de Led Zepellin, Otis Reding e AC/DC. Steve trabalhava em uma loja de música que os dois freqüentavam e se tornou o terceiro membro. Ainda como trio, gravaram a primeira demo que foi ouvida por Heath, que se candidatou imediatamente para o posto de guitarrista. Eles também contam com o tecladista Ben Tanner, para os shows ao vivo.

Em novembro de 2011 a banda assinou com a Rough Trade para o lançamento do álbum em 2012. Logo se transformaram em uma das bandas mais comentadas da temporada, merecendo destaque nas publicações mais respeitadas lá fora, além de marcarem presença em programas de tv como o Conan O’ Brien e David Letterman. No verão do hemisfério norte a banda estará bastante ocupada; tocará no Central Park em Nova York de graça e  integrará o elenco de vários festivais de peso, entre eles o Roskilde na Dinamarca, o Secret Garden Party na Inglaterra e o Lollapalooza em  Chicago. Dos shows solo vários já estão com lotação esgotada.

Nessas onze faixas o que fica claro é que os meninos fizeram o dever de casa e aprenderam bem a lição. Sem muita firula, eles fazem questão de dar o recado da forma mais direta. Guitarra com uma pegada pungente e uma cozinha talentosíssima dando todo o suporte para que o vozeirão de Brittany se expanda, seja em momentos mais suaves como em Rise to the Sun, na belíssima You Ain’t Alone e na faixa título, seja nas mais explosivas como Hold On, que abre o álbum com bastante autoridade e I Ain’t the Same.

Boys And Girls é um daqueles discos de estréia que nos deixam felizes e ansiosos pelos possíveis rumos a serem tomados pela banda em questão. Claro, há também o outro lado: a pressão do segundo disco. O batismo de fogo é justamente dar continuidade à qualidade do primeiro trabalho, mas enquanto esse momento não chega, o Alabama Shakes tem todo o direito de colher ao máximo os louros advindos das composições atuais.

[xrr rating=4/5]

Participe com sua opinião!

Maestria

Publicado por Cesar Monteiro

VerificadoEscritorVideocastCinéfiloMusicólogoRepórterSuper-fãsPromotor(a)

Elvis Presley nas terras tupiniquins?

E.T. ganhará lançamento remasterizado em alta definição neste segundo semestre