em

Nova tradução de clássico de Rudyard Kipling

Kim é um órfão irlandês, sobrevive mendigando e fazendo mandados nas ruas de Lahore, na Indía colonial. Vive tão imerso na cultura local, que ninguém nota que realmente ele é. Contudo, vive como um pária, não é nem indiano nem inglês “legítimo”. Sua mãe era irlandesa e seu pai, Kimball O’Hara, um jovem sargento. Ela morreu de cólera e ele se entregou ao alcoolismo, vindo a falecer pelo vício do ópio. À medida que o menino foi crescendo, solto pelas ruas da cidade, vivendo as mais diversas experiências e convivendo com todo tipo de gente, sua perspicácia fez com ficasse conhecido como “o amigo de todos”.
A narrativa juvenil Kim, do escritor britânico Rudyard Kipling, foi publicada pela primeira vez em 1901. Kipling conseguiu com essa história torna-la inesquecível, a prosa colorida, a sensualidade das descrições, a vivacidade dos diálogos e o caráter dos personagens tão bem traçados que tornar a narrativa impressionante pela sensibilidade exposta. E como tal vem encantando e seduzindo várias gerações de jovens e adolescentes em todo o mundo, com as aventuras e a absoluta disponibilidade de Kim, o menino que podia se mover livremente por todo o território indiano, disfarçar-se, viver ao ar livre, sem entraves, quase sem regras.
A Editora Autêntica lança uma nova tradução com linguagem mais próxima dos leitores de hoje em dia. Maria Valéria Rezende é a responsável pela tradução e pela experiência com a literatura infanto-juvenil promete um bom trabalho.

Opiniões

Participe com sua opinião!

Carregando

0