em

A Primeira Guerra Mundial, no traço de Jaques Tardi

A HQ It Was the War of the Trenches, do francês Jaques Tardi, teve um longo período de gestação: foi originalmente publicada em capítulos, na França, entre os anos de 1982 e 1993. É uma das mais belas e terríveis obras anti bélicas da história dos quadrinhos. Com base em fotos, documentos da época e diversos livros sobre o assunto, os desenhos de Tardi estão mais realistas que de costume, mas o autor não se preocupa em descrever estratégias militares e panoramas políticos. O foco desta obra é o sofrimento humano: a vida nas trincheiras lamacentas cercadas de cadáveres, o horror de soldados que eram alvejados por seus próprios exércitos para que não recuassem, a angústia por terem de lutar em uma guerra que não lhes fazia sentido, e verem seus amigos sendo mortos quase diariamente.

O livro está dividido em narrativas curtas, independentes umas das outras. Os personagens são todos ficcionais, embora o interesse de Tardi por este tema tenha sido despertado por um episódio vivido por seu avô, que lutou na Primeira Guerra Mundial.

Mesmo não tendo o impacto de obras como Maus de Art Spiegelman, ou das HQs jornalísticas de Joe Sacco, Tardi acerta ao se concentrar nas tragédias pessoais dos soldados, criando um conjunto de narrativas tocantes.

It Was the War of the Trenches está sendo lançada pela primeira vez em sua forma completa em língua inglesa. Algumas páginas da HQ podem ser baixadas no site da editora Fantagraphics.

  • Título: It Was the War of the Trenches
  • Autor: Jaques Tardi
  • Editora: Fantagraphics Books
  • Ano de Edição: 2010
  • 120 páginas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *