em ,

Demolidor, Marvel Legado e Fisk mito

Demolidor, Marvel Legado e Fisk mito, confira mais um episódio com novidades do canal 2Quadrinhos com o Vinicius.

Quadrinhos do Demolidor em estoque na Amazon! Valeu por clicar o/ https://amzn.to/2T6XSqo

35 comentaram

Participe, deixe sua opinião!
  1. Essas histórias do Marvel legado, como a do Capitao América, tem coisa maior para se preocupar como os erros de português, concordância e textos mal construídos ao invés de Lacração!

  2. A Marvel fez piada com Trump, transformou em vilão( Modok) em realidades alternativas, o próprio Império secreto pega a imigração ilegal e transforma em bandeira do vilão nazista, não surpreende a panini fazer isso.

  3. Tudo é polêmica agora…
    Que babaquice…
    Sinceramente não consigo entender como uma pessoa pode tomar as dores de uma possível "ofensa" a um político, que nada mais é, que um parasita que vive dos impostos que você é obrigado a pagar.

  4. Corre que o corno (eleitor do biroliro*) tá puto. Vai ser fresco assim lá longe. Mesmo se fosse proposital, não pode mais usar a palavra mito? Daqui a pouco não pode usar uniforme vermelho… ''ah, mas o uniforme vermelho sempre foi vermelho'', aham, a palavra mito foi criada ontem…

  5. A tradução ficou excelente. Povo esquece que traduzir tbm é adaptar. Pelo que vi dessa edição, a população de NY fica com uma fé cega no Fisk e é exatamente isso que os eleitores do Bolsonaro têm – chegando ao ponto de chamar de “mito” um cara que não fez nada de relevante em décadas de vida pública. Se isso não é fé cega, não sei o que é.
    E antes de virem me xingar: minha escolha de candidato não era 13 nem 17.

  6. Não me chamou atenção, parece que tentaram transformar o Wisk em bonzinho, e eu odeio quando transformam vilões em figuras do bem, e olha que Demolidor é meu herói preferido, e Fisk meu vilão preferido. Sobre a polêmica: a galera da esquerda fez polêmica também quando a Panini traduziu e alterou a palavra "feminismo" em uma HQ do homem aranha, se não me engano. Na minha opinião ficou bem claro que rolou uma provocação ali, mesmo que subjetiva. Não acho que isso seja algo absurdo, na verdade não me surpreende, fora que é um grande marketing, talvez até involuntário, que repercutiu e chamou atenção pra uma publicação não muito conhecida, como vc mesmo disse.

  7. O tradutor não foi sensível à polarização em que ainda vivemos.
    Pelo menos não fizeram "FIsk Ensina" ou algo do tipo, aliando a tradução a um patrocínio de uma escola de inglês. kkkk

  8. Usar o termo "mito" na revista é claramente uma referência pejorativa ao Bolsonaro.
    Quanta ingenuidade da sua fala. Puta que pariu.
    Claro que é alfinetada do tradutor.
    Já houve caso, há anos, de gibi da hana barbera com um veado com o brasão do São Paulo no nariz

  9. Eu entendo o que a Panini fez, no entanto o tradutor deveria ter prestado mais atenção, pq isso deu polêmica e muita dor de cabeça pra Panini então é bom prestar atenção pra evitar essas situações, e dizen que a Panini Lacrou, bom se ela teve a intenção de Lacrar ou não só digo que nem o meu Pai:
    “Quem Lacra não Lucra”.

  10. De boa a tradução, porém, não curto quando tradutores fazem isso, prefiro as explicações do q esta escrito em cartazes, camisas, revistas, placas, etc, no rodapé da pagina.

  11. "ele nao botou a tradução intencionalmente" bicho, vc é mt inocente hahahahahaha nao q ele tenha feito por bem ou por mau, mas ele quis surfar na onda. Agora eu acho um esculacho comparar um mente brilhante como a do Fisk, com o Biruliro…Stan Lee deve estar se revirando no túmulo.

  12. Faz muito tempo que não leio Demolidor depois da fase em que ele era feliz. Cara na boa, essas HQs de super não estão com nada. Estou lendo mangás e HQs bem selecionados.

  13. Acredito que o tradutor consegui aproximar mais o leitor da realidade. A ideia é semelhante as dublagens de filmes, quando o dublador encaixa alguma expressão que tem mais semelhanças com a nossa realidade brasileira.

  14. Cara, muito boas suas resenhas e críticas. Sobre esta hq específica, creio que existem alguns indícios do que aconteceu. A temática da história, eleições, manipulações, discursos do tipo "vou governar para todos.." etc, remetem imediatamente ao que aconteceu com a eleição deste ano no Brasil. Não há nada de novo nisso, na verdade. Pois essas alusões certamente se aplicariam aos EUA na eleição de Trump. Infelizmente, o fake news faz parte do jogo agora. Então… o carinha da tradução resolveu colocar o tal cartaz do mito no meio da historia. Ora, faz mesmo todo sentido em termos de coerencia e lógica, pois reflete um momento atual e impactante aqui, algo que esta ate agora em todas as capas de revista, reportagens etc. E mais, essa alusão ao Mito foi uma sacada ótima para inclusive aumentar vendas, pois veja a repercussão nas redes sociais. Eu mesmo, que nem acompanhava essa parte do Charles Sole me interesse e comprei. Sem contar que ja vi inclusive vídeos fazendo ameaças à Panini, acusações etc. A máxima é Falem mal, mas falem de mim! No fim das contas, é ingenuidade pensar que o tradutor é um cara de esquerda e outras bizarrices, pois mesmo se for, não colocaria seu emprego em xeque, e isso não passaria pela aprovação. A Panini quer vender revistas e essa polêmica serve exatamente para colocar a editora no foco, algo interessante e que afasta um pouco a polemica negativa sobre o aumento de preços nas bancas por exemplo. ah, e a história é interessante, apesar do que vc falou sobre o autor e que eu concordo inteiramente.. ele parece bem preguiçoso, ou não tem competencia para resolver algumas situações que ele mesmo cria. E sem contar que ler a hq e pensar que tudo que o mundo sabia e vinha sendo desenvolvido desde Frank Miller sobre o Demolidor desapareceu num piscar de olhos através das crianças do Kilgrave dá um tédio…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carregando…

0

Comente pelo Facebook