em

Grampá desenha Batman

O grande quadrinista brasileiro Rafael Grampá participa com a ilustração abaixo de uma exposição comemorativa dos 70 anos do Cavaleiro das Trevas (em breve um mega especial no Ambrosia).

rafael grampa - batmam

Nas próprias palavras de Grampá:

Fiz essa ilustração para uma exposição de comemoração dos 70 anos do Batman, que completa 70 anos nesse mês de Maio. Tentei me basear no Batman do seriado dos anos 60. Quando eu tinha uns três anos de idade, passava na televisão a tarde e eu adorava aquilo. O primeiro super-herói que eu desenhei foi o Batman e eu tenho um certo carinho por esse personagem até hoje. Já o Robin, me baseei no visual do personagem da série dos anos 40.

Parabéns pro morcegão.

A imagem foi divulgada no blog de Grampá, que ainda contém um link para a imagem numa resolução maior pelo Flickr.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

6 Comments

  1. Valmer,

    Você é mesmo um ignorante pra não ter percebido que o Coringa que o Grampá desenhou é baseado no primeiro coringa das histórias em quadrinhos, quando ele foi criado. E só um ignorante pra ver sacanagem nesse desenho mais do que fodão.

  2. Primeiro: Caro colega, ignorante e retardado é quem apela para agressão quando nem mesmo foi citado no comentário, se tivesse pelo menos bom senso ficaria quieto no seu canto!

    Segundo: Onde estava escrito que eu desconhecia como o Coringa era retratado inicialmente? E onde está escrito que eu tenho obrigatoriedade de “gostar” dessa representação, o visual retrô de muitas histórias atuais dão náuseas não só em mim mas em inúmeros leitores de longa data!

    Terceiro: Se o Grampá te contratou para ser o defensor dele, jogou dinheiro fora com um imbecil, afinal não entende aquilo que lê e sai dando coice para todo lado, você sim deve ter muito sujeira na cabeça pois a vê em todo lugar, em momento nenhum eu falei de algum conteúdo obsceno na imagem, só comentei que os personagens ficaram numa posição um pouco estranha, sem dúvida existem centenas de outras formas de ilustrar a dupla dinâmica, mas essas coisas acontecem com ilustradores da maior qualidade (como é o caso do Grampá) em todos os países do mundo, e meu comentário não tinha o objetivo de menosprezar seu talento, muito pelo contrário!

Ímpar

Publicado por Salvador Camino

ModeradorVerificadoPromotor(a)EscritorGamerRepórterMusicistaFotógrafo

Estação Cisne portátil no iPhone (Lost)

[Atualizado] Concurso e primeiras artes de Geist: The Sin Eaters