em

Joe Bennett Sketchbook é uma maravilha capa a capa

Lançado em outubro de 2012 na Gibicon, este é o primeiro lançamento da Editora Orago e de cara demonstra uma qualidade e um cuidado editorial respeitáveis.

O primeiro lote, de 500 edições, com artes do desenhista brasileiro Joe Bennett, que completara 27 anos de carreira com o lançamento, se esgotou e a editora pretende lançar brevemente uma nova versão deste Sketchbook, mas sem o tratamento especial que este recebeu. Este primeiro lote, veio com todas edições numeradas, capa dura em soft touch e com hot stamp, papel couché e juntando uma coletânea de pretos e brancos do desenhista digna de nota. O uso do chiaroscuro, marca do ilustrador, é bem notado. Além disso, todo álbum é bilíngue, com comentários e notas escritos em inglês e português, com páginas de quadrinhos, capas e estudos de desenhos e personagens, além de relatos pontuais de importantes figuras que acompanharam de perto a carreira do quadrinhista, como Hélcio de Carvalho e Joe Prado.

Bennet Gavião Negro

Claro que juntar em uma coletânea 27 anos de carreira que vão de Gavião Negro à Supremos, passando por 52, Sandman Apresenta, JL: Generation Lost, Homem Aranha, Quarteto Fantástico, Namor, X-men, Conan, Supreme, Novos Titãs e trabalhou com outras editoras que não a Marvel, como Chaos!, CrossGen, Dark Horse e para o selo Vertigo. Em 2005 o desenhista assinou contrato de exclusividade com a DC Comics e por ali ficou por um tempão. Este ano ele voltou a Marvel para desenhar Os Supremos e um pequeno especial de Loki, para se readaptar ao Universo Marvel, nas palavras do próprio Bennet.

Há uma clara ênfase no personagem do Gavião Negro, que ele desenhou para as histórias escritas por Jimmy Palmiotti, mais em razão do contrato de exclusividade do desenhista com a DC. Ainda assim, ali se encontra material para horas e horas de apreciação e estudo, afinal, para os iniciantes que buscam uma influência, ver os desenhos de um ídolo, quase in natura, é importante.

joe-bennett-desenho-2

A carreira de Bennett, nascido José Benedito do Nascimento, tem passos dados em diversos universos. Sejam nos livros de Terry Pratchett, em uma adaptação de seus livros para os quadrinhos, seja nos universos mais famosos dos quadrinhos, sempre foi muito respeitada e agora recebe a devida homenagem por parte de uma editora recém nascida, mas que promete muito mais para este ano como o albúm “Angústia”, de Joe Bennet e Gian Danton; “Quimérico”, de Gabriel Billy e arte de Quim, Amanda Flor, Paolo, Marcelo Buzon e Ana Ferrari; “Salve Dragão” de Diucênio Rangel e “Hurulla: A Torre Esquecida” de Clayton Barbosa.

O site oficial da Editora ainda está em construção, mas o facebook dos caras já está a toda e é com muita ansiosidade que aguardamos por mais lançamentos da editora.

Participe com sua opinião!