em

Sam Kieth, o primeiro ilustrador de Sandman

sandman-sam-kiethSam Kieth é um dos nomes mais pitorescos dos quadrinhos de todos os tempos, nascido em 1963 nos Estados Unidos seu primeiro trabalho com quadrinhos aconteceu em 1983 na revista Mage como arte-finalista de Matt Wagner, onde chamou atenção do mercado com seu estilo e o levou diretamente para as primeiras edições de Sandman e a criação visual de Morpheus.

Kieth desenhou Sandman das edições 1 a 5, desistindo da série logo depois por achar visualmente limitada em relação a suas aspirações artísticas. Pessoa de poucas palavras, uma das poucas declarações de Kieth sobre o assunto foi dizendo que “se sentia como Jimmy Hendrix dentro dos Beatles”, o que faz todo sentido quando olhamos para o trabalho posterior de Kieth.

Claro que isso não tira a magia das primeiras edições de Sandman, o trabalho de Kieth é especialmente espetacular quando Sonho quebra suas correntes e começa a transitar por entre os planos. É Kieth quem primeiro nos apresenta o Sonhar e quem consegue passar a imagem dantesca do Inferno quando Sonho parte em busca de seu Elmo, uma das melhores recordações que tenho da série.

O trabalho seguinte foi uma mini-série em duas edições, escrita por William Messner-Loebs, chamada Epicuro:  Sábio (Epicurus: The Sage), um quadrinho inteligente e divertido (que por coincidência possuo em minha coleção) e que trata da origem do pensamento ocidental pelos gregos focando nas figuras de Epicuro, Sócrates e Platão. Essa sem dúvida seria sua melhor contribuição aos quadrinhos se não fosse pelo The Maxx!

the_maxxThe Maxx é uma criação de Kieth (com ajuda de Messner-Loebs) no início da Image Comics e que mostra um super-herói bastante alternativo de tudo que se via na época, principalmente na própria Image. The Maxx é uma obra brilhante, a série inclusive foi transformada em animação pela MTV e só não começo a falar dela aqui pois não faria jus com poucas palavras.

Pois bem, nos anos seguintes Kieth ampliou o universo de Maxx com outras séries paralelas (Friends of Maxx, Zero Girl, Four Women, Ojo) e em 2007 escreveu e desenhou o confronto entre Batman e Lobo para a DC Comics. Ressalto por fim que o trabalho de Kieth em Sandman realmente não fica a altura de seus trabalhos seguintes, que valhem a pena serem lidos.

3 Comments

Deixe sua opinião!
  1. esse cara é fraco, fraco. Sei lá, acho o traço dele genuinamente ruim, e ainda por cima é um idiota, ““se sentia como Jimmy Hendrix dentro dos Beatles”, ele tá mais pra ringo

Deixe sua opinião

Avatar

Publicação Salvador Camino