em

A polêmica da série Skins nos Estados Unidos

A polêmica da série Skins nos Estados Unidos | TV | Revista Ambrosia

O seriado Skins tem sido um grande sucesso no Reino Unido. Tão grande que a televisão americana resolveu fazer uma versão. Mas claro que nem tudo são flores na terra do Tio Sam e um programa recheado de conteúdo como drogas, violência, sexo relacionados a personagens adolescentes criou um bafafá.

Isso por que toda produção do programa conta com atores com idades entre 15 e 18 anos e pelas leis dos E.U.A. qualquer cena de sexo ou referência ao sexo, feita por menores de idade é considerada pornografia infantil. Isso por que o puritanismo quando se refere a televisão ainda é muito grande e adolescentes retratados de maneira mais crua lidando com drogas, bebidas, sexo, ainda é um grande tabu. Para as redes de televisão algo mais picante como um sexo à três no seriado Gossip Girl, foi tratado como uma tempestade (em um copo d’água, diga-se de passagem, já que não foi mostrado nada explicitamente).

Assim o Parents Television Council e a “liga pela moral e bons constumes” (essa associação não existe) ficam em busca do próximo conteúdo televisivo a ser censurado. Estranho que cenas de violência e de guerra serem exibidas livremente na televisão e um show de ficção que sofre a censura.

Mas agora a MTV, rede que exibe Skins nos Estados Unidos, terá que rever seus conceitos já que um patrocinados (Taco Bell) caiu fora devido a polêmica do seriado e o PTC quer que o canal seja penalizado. Mesmo tendo dado uma amenizado nos conteúdos, digamos, mais pesados do programa, como colocarem o famoso “piii…” no lugar dos palavrões e trocarem um personagem homossexual masculino por uma feminina (pois beijo entre duas mulheres é mais aceito), mesmo assim não passou pelo crivo de algumas pessoas nos Estados Unidos.

Compare as duas versões nesse vídeo:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=sQVWZx0Yo0A&feature=related[/youtube]

3 Comments

Deixe sua opinião!
  1. A série americana é uma porcaria comparada a original inglesa, é lógico que a audiência vai cair. No primeiro episódio, muita gente assistiu pra ver qual era a da série.
    Não vai ser o "Conselho de Pais Hipócritas" que vai fazer a audiência cair. Quer dizer, pode até ser, mas nem tanto. A qualidade conta muito mais.

Deixe sua opinião

Avatar

Publicação Lívia Jácome