https://apoia.se/refugiocult
em

8 filmes que ainda fazem valer a pena ter Netflix

“Tem muita gente que não anda satisfeita com a Netflix, mas eu trouxe oito ótimos filmes que pintaram por lá e podem dar um novo fôlego ao catalogo. ”
Filmes citados:
– Calibre (2018)
– Rua Cloverfield, 10 (2016)
– O Hóspede (2014)
– Fim da Turnê (2015)
– Wall-E (2008)
– Perfume de Mulher (1992)
– Frances Ha (2012)
– Sob a Pele do Lobo (2018)
Apoie o canal em: https://apoia.se/refugiocult
Se inscreva no canal e deixe o seu like.
Inscreva-se aqui: https://goo.gl/96WQfP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

33 Comments

  1. Filmes que vi e revi nos ultimos tempos e curti no Netflix:
    Filhos da Esperança
    John Carter, Entre dois mundos
    Enders Game (tirando o final, filme ficção nota10)
    Tomorrowland
    Invasão Zumbi (filme Coreano)
    A Visita
    Terror nos bastidores

    Madrugada dos Mortos
    Encruzilhada (Crossroads)
    Morrendo e Aprendendo

    SERIES:
    Dark
    Dirk Gently
    Legion
    Mindhunter
    O Alienista
    12 Macacos
    The Shannara Chronicles

    tipo tem outros muito top, como a serie Sranger Things que eu não preciso nem indicar pq tem uma baita audiencia, pensei mais nos que eu tenho duvida se a galera conhece
    Tem um filme em desenho que eu não assisti ainda, chamado Divertida Mente,que 2 pessoas me indicaram fortemente, mas assim como demorei pra assistir o Wall E, eu tbm to enrolando pra assistir esse. Por sinal recomendo demais o Wall E

  2. Parabéns pelo canal, Lucas! Há uns 25 anos atrás, tinha um amigo que era como vc e seu canal, me dava as dicas e me introduziu no mundo do Cinema Cult. Hoje Não Tenho tempo para os filmes como gostaria, mas salvei sua lista. Em especial Perfume de Mulher, um filme que vi ser premiado mas nunca assisti, e Wall-E, até o momento passou batido. Mas vou conferir! Gostaria de recomendar, "O Deus da Carnificina" com Jodie Foster, Kate Winslet e Christopher Waltz. Uma peça de teatro na telona.

  3. Minha indicação, aproveitando a vibe de animações, é A Ganha-Pão. A minha defesa desse filme está na sensibilidade e densidade com que várias questões pertinentes do nosso tempo são tratadas, como a guerra, a fome e violência por simplesmente ser mulher. É um filme que até aqueles que tem preconceito com animações irão se sensibilizar.

Aprendiz

Publicado por Refúgio Cult

Um limbo chamado "Hotel Artemis"

Crítica: (Des)encanto e seus memes