em , ,

CurtiCurti UauUau

Obrigado, de André Neves, conta em poesia a infância de grandes poetas brasileiros

Finalista do Jabuti 2021

Obrigado é uma narrativa poética que reúne poemas verbais e visuais criados pelo escritor e ilustrador André Neves para mergulhar a infância dos poetas que o marcaram em sua trajetória de vida e o constituíram na pessoa do leitor, ilustrador e escritor.

Após anos de pesquisa e estudos para a realização deste livro, o autor recifense se familiarizou com os poetas a quem presta homenagem como se conhecesse desde sempre. Nós, leitores, nos envolvemos com essa intimidade de tal maneira que também achamos natural chamá-los pelo primeiro nome: Manuel, Carlos, Cecília, João, José, Paulo, Cora, Manoel, Cruz, Patativa, Hilda, Murilo, Ferreira, Vinicius …

Ponte com mundos imaginários, o livro se abre em uma narrativa: um livro é encontrado por um menino. Ao abri-lo, abre-se o mundo das linguagens. Ele lê e se lê ao mesmo tempo.

Os poemas dialogam com os poetas, suas vidas, obras e estilos. Os temas mais referentes de cada poeta passeiam pelos poemas e ilustrações como evocação e homenagem, e, ao mesmo tempo, como pétalas autobiográficas do leitor e criador André.

Imagens líricas, fantasiosas, ternas, desconcertantes, curiosas remetem-nos à essência da vida e obra de cada poeta, filtradas pela lente cuidadosa do autor, que desfila, em uma espécie de galeria, possíveis crianças imaginárias sem que haja qualquer infantilização.

As ilustrações, privilegiadas pelo formato do livro, saltam das páginas como a própria pele do poema, por onde as sentimos, sinestesicamente. Ainda que as imagens não dependam do texto para alcançar sentido, nem o texto da imagem (cada qual se basta ), juntos, porém, ganham estado de completude. Como um caleidoscópio. Um atlas que sinaliza múltiplas direções. Um dicionário visual em que as imagens se organizaram pelo critério particular com que cada poeta traça o verso, , único, ímpar, apenas com duas permanências: todas as ilustrações trazem crianças e livros.

Todos os personagens representados estão lendo um livro, que pode ou não ser o mesmo em que o narrador encontra e no qual, por fim, mergulha.

Leitor e obra se confundem na temática que dá unidade a todos os poemas verbais e visuais: o ato de ler, o livro, a leitura. Em outras camadas de leitura, temas como as diversidades das manifestações da natureza e do mundo imaginário presente na infância se destacam.

Os poemas de André Neves se conectam por meio da partícula SE, assim como as imagens pelas paleta de cores, corpos, identidades e pelo livro vermelho. O mesmo SE que abre o livro é o que provoca a pergunta do desfecho. O que aconteceria SE todos os poetas adormecessem? O que restaria?

O leitor. O que lê. Aquele que participa da leitura e se compromete a escrever os poemas para que o autor possa por fim agradecer: obrigado.

Em Obrigado, André Neves reúne o talento, a experiência e o estilo que o consagraram como um dos melhores profissionais do livro para infância do Brasil. Agora poeta, Neves está inteiro, vivendo sua maturidade como artista que completa, em 2020, 25 anos de carreira, fruto de muitos anos de pesquisa e trabalho. O livro publicado pela Pulo do Gato, foi finalista do Prêmio Jabuti 2021 por Melhor Infantil e Melhor Ilustração.

O livro se completa com as biografias e caricaturas feitas pelo próprio autor, além de citações dos próprios poetas. A orelha e a quarta-capa é assinada pelo também consagrado artista e escritor Roger Mello: “Obrigado, André, por ser poeta como os poetas a que agradece. Hoje viajei até eles por causa de você. Obrigado por acreditar que o papel respira, por receber imagens e palavras no seu canto de desenhar, com o mesmo abraço. Obrigado por entregar o melhor de você a todos nós.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *