em

Rock In Rio vs Lollapalooza – diferenças e semelhanças entre os dois grandes festivais

Os dois maiores festivais de música do Brasil têm diferenças e semelhanças. Aqui nesse artigo nós iremos elencar as características do Lollapalooza e do Rock In Rio. Vejamos então quais são os pontos em comum ou distintos.

Origem

O Lollapalooza é um festival estrangeiro. Sua origem está nos EUA, onde começou em 1991 como festival indie itinerante (hoje fixo em Chicago). Foi criado por Perry Farrell, vocalista do Jane’s Addiction (saiba da história aqui). Em 2012 ele resolveu expandir as fronteiras e criou as filiais na América Latina (Chile, Brasil e Argentina). Já o Rock In Rio, apesar de ter como ponto alto as atrações internacionais, é genuinamente nacional. Começou a partir do sonho de Roberto Medina de criar um Woodstock tropical. Depois de muita luta conseguiu trazer os maiores nomes da música internacional em uma época em que o Brasil não recebia as grandes turnês. Hoje, o RIR é uma marca poderosa e tem bem sucedidas edições em Portugal e Espanha.

Perfil do line up

Enquanto o Lolla foca seu line up nas novidades e na vanguarda, o RIR aposta nos medalhões das grandes gravadoras. Normalmente são artistas com pelo menos vinte anos de atividade. Contudo, algumas atrações passearam pelos dois festivais como Florence + the Machine, Queens of the Stone Age, Muse, Metallica e Red Hot Chilli Peppers. Vale observar também um certo envelhecimento no Lolla. Se na primeira edição brasileira, em 2012, os headliners Foo Fighters e Artic Monkeys tinham respectivamente 17 e 6 anos de estrada, na desse ano você tem Chilli Peppers com 35, Pearl Jam com 28 e The Killers com 15. Outro ponto é que muito se fala da repetições das atrações do RIR. Com exceção do RHCP, os outros dois headliners já fecharam noite em edição passada (2013).

Palcos

No Rock In Rio são basicamente dois: o Sunset, que funciona para as atrações de vanguarda, geralmente promovendo encontros de artistas com estilos ou gerações distintas, e o Mundo, onde se apresentam os nomes mais aguardados. No Lollapalooza são quatro. O Budweiser para os mais aguardados, o Onix para a vanguarda, o Axe para os independentes e o Perry’s by Doritos destinado à música eletrônica. A diferença é que os palcos do Lolla vão se alternando do início ao fim do dia. No RIR, os shows do Sunset ocorrem à tarde, enquanto os trabalhos do Mundo começam à noite. E a distância entre um e outro não é grande. Assim no festival carioca é mais fácil acompanhar todos os shows.

Periodicidade

O Lollapalooza acontece anualmente. Já o Rock In Rio, em sua atual configuração, é bienal. O primeiro ocorre em um final de semana. 2012, 2014, 2015, 2016 e 2017 aconteceram em um sábado e domingo. 2013 e a presente foram de sexta a domingo. O RIR começou com onze dias consecutivos. Na segunda edição foram dez dias (com a segunda-feira de intervalo). Desde 2001 adota-se o formato de sete dias. De sexta a domingo na primeira semana e de quinta a domingo na segunda.

Capacidade de mobilização

Tanto o RIR quanto o Lolla mobilizam as cidades onde ocorrem e outras localidades do país que enviam turistas. São grupos de locais e viajantes que migram para as cidades (Rio e São Paulo, respectivamente) movimentando a economia, já que movimentam a rede hoteleira e também restaurantes e lojas.

Hype

São igualmente hypados. Ingressos se esgotam com antecedência e durante a transmissão na TV se tornam trending topics nas redes sociais.

Deixe sua opinião

Publicado por Cesar Monteiro

“Pedro Coelho” encanta com seu humor infantil e ótimos efeitos visuais

"Círculo de Fogo – A Revolta" troca a diversão pela chatice