em ,

Rodrigo Santos acelera fundo

Ex-baixista do Barão Vermelho lança Desacelerando, seu novo disco solo, nesta sexta no Blue Note, no Rio de Janeiro

Por mais paradoxal que possa parecer, “Desacelerando”, o novo disco solo de Rodrigo Santos — ex-baixista do Barão Vermelho — que será lançado nesta sexta-feira (5), confirma a veia roqueira do músico, apesar das muitas canções de amor.

Cantor de personalidade e compositor competente, Rodrigo aposta no amor nesse novo trabalho, porém sem deixar de lado as guitarras e a pegada roqueira que marcam sua trajetória.

Os destaques ficam por conta da já conhecida ‘Quando o Amor Era Medo’ — que ganha duas versões (uma delas com a participação de Léo Jaime) — e ‘Um de Nós’ — parceria com Rodrigo Suricato (atual vocalista do Barão), que conta com a participação de João Barone na bateria e abre o álbum.

Mas o disco é muito bom de se ouvir. Até mesmo a sua versão para ‘Aquarela’ (sucesso de Toquinho) envolve e seduz.

Desacelerando? Hum… acho que Rodrigo Santos está em alta rotação.

As canções

  1. Um de Nós
  2. Juntos de Novo (Na Madrugada)
  3. Tanto Faz
  4. O Meu Juízo
  5. Quando O Amor Era Medo
  6. O Mapa do Tesouro
  7. O Tempo
  8. Aquarela
  9. Um Novo Recomeçar (Mais Uma Vez)
  10. Nunca Desista do Seu Amor
  11. Quando O Amor Era Medo (Bonus track) (Participação especial Leo Jaime)
Rodrigo Santos acelera fundo
4 / 5 Crítico
Cotação
Público (0 votos) {{ reviewsOverall }} / 5
Resenhas Deixe sua resenha
Ordenar por:

Deixe sua resenha!

User Avatar User Avatar
Autor
{{{review.rating_comment | nl2br}}}

Show more
{{ pageNumber+1 }}
Deixe sua resenha

Your browser does not support images upload. Please choose a modern one

Avatar

Publicado por Fernando de Oliveira (feroli)

Jornalista com passagens pelas editorias de tecnologia, cidade e cultura. Viciado em jornalismo online, cinema e, principalmente, (boa) música.