O diretor Nelson Baskerville e 28 atores fazem maratona de 5h30min de Tennessee Wiliams

26
0

A mostra conta com quatorze peças curtas inéditas do autor estadunidense traduzidas por Luis Márcio Arnaut (com algumas colaborações de Davi Medeiros) e dirigida por Nelson Baskerville será apresentada nos dias 08 e 09 de junho, sábado e domingo, a partir das 17h.

O trabalho é resultado da oficina ministrada pelo diretor com a participação de 28 atores durante três meses de processo. Apresentadas em ordem cronológica entre os anos de 1938 (a primeira peça “Honrar os vivos”) e 1980 (a última “a Única Exceção”).

As mostra têm 5h30min de duração com 2 intervalos de 15 minutos e é dividida em 3 blocos independentes dando aos convidados a oportunidade de assistir como se fossem blocos independentes. Serão 4 apresentações aos sábados e domingos sempre às 17 horas.

Ordem cronológica das peças

1º bloco 1h30min

1937 – Honrar os vivos 14min

1938 – Na nossa profissão 16min

1938 – A cada vinte minutos 8min15

1939 – O filho de Moony não chora 23min30

1941 (escrita, porém publicada em 1951) – Fênix 22min30

2º bloco 1h54min

1944 – A bela armadilha 31min50

1966 – As mutiladas 32min,

1967 – O reino da terra 24min30

1970 – Caixão de vidro fosco 25min16

3º bloco 1h50min

1971- A demolição do centro da cidade 20min

1975 – Pronome eu 15min30

1976 – Um cavalheiro para Milady 30min

1980 – Fraternidade Toca do Alce 27min

1983 – A única exceção 18min

Mostra Inéditas de Tennessee Wiliams

Na Inbox Cultural

Rua Germaine Buchard, 197

Pague quanto puder

75 lugares

12 anos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *