em ,

Venom 2 é a maior bilheteria de estreia no Brasil durante a pandemia

Longa estreou em 07 de outubro no país

Tom Hardy stars as Eddie Brock/Venom in Columbia Pictures' VENOM: LET THERE BE CARNAGE.

Com R$ 3.072.630 em bilheteria, incluindo a pré-estreia, “Venom: Tempo de Carnificina” é a maior bilheteria de estreia de um filme no Brasil durante a pandemia. O longa estrelado por Tom Hardy e Woody Harrelson, baseado no personagem da Marvel inimigo do Homem-Aranha, estreou no país na última quinta-feira (07).

Segundo a Sony, a arrecadação significa também 4% de renda acima do dia de abertura do primeiro filme lançado em 2018, quando vivíamos a velha normalidade. O estúdio destaca ainda ações publicitárias como o maior painel de led da América Latina, localizado em Brasília, a tematização da Estação da Luz, umas das principais e mais movimentadas estações de São Paulo, além do ônibus temático circulando pela capital paulista.

Isso sem contar com o efeito exclusivo feito para o TikTok, em que os criadores de conteúdo poderão se transformar no Venom, e parcerias com os games Free Fire e Fortnite e o aplicativo Rappi.

Venom arrecadou US$ 851 milhões na bilheteria mundial e as especulações de um crossover com o Homem-Aranha.

O personagem foi criado em nas HQs do Homem-Aranha em 1984 e ganhou os cinemas pela primeira vez em Homem-Aranha 3. O projeto de um filme solo sempre foi aventado mas apenas em 2018 chegou às telas.

Leia também:

O melhor e o pior de Venom: Tempo de Carnificina

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *